app icon

180 DIAS DE GESTÃO

Redução de custos e incremento nas ações de fiscalização direcionam a gestão de Lucio Borges. Para atingir esses objetivos, o presidente do Crea-Minas defende amplo diálogo e decisões compartilhadas.

Na gestão do engenheiro civil Lucio Borges, as portas de sua sala estão sempre - e literalmente - abertas para receber os profissionais e pessoas que procuram o Crea-Minas. Esse contato direto permite ouvir, de forma ativa, ideias e propostas de profissionais, empresários, entidades de classe, instituições de ensino e sociedade, no sentido de convergir em escolhas que contemplem o maior número de demandas.

A disposição em ouvir é uma característica fundamental para um gestor que assume o Conselho em uma complexa conjuntura política e econômica. O desafio torna-se ainda maior porque as decisões tomadas no âmbito do Crea-Minas afetam, diretamente, mais de 190 mil profissionais e 30 mil empresas.

Gestão 2018-2020

Lucio Borges tomou posse em 29 de dezembro de 2017

image

Diálogo

Reunião com funcionários do Crea-Minas

image

Linha de Frente

Criado novo informativo para os conselheiros

image

Internacional

Crea-Minas promove evento internacional para discutir tecnologia e usos do ferrocimento

image

Sudeste

Os Creas da região Sudeste promovem intercâmbio de experiências

image

Fiscalização

Incrementar as ações de fiscalização é uma das metas do Conselho

image

Jovens

Crea-Minas Júnior reúne jovens lideranças na sede do Conselho

image

As turbulências enfrentadas pelo Brasil nos últimos anos, tanto no cenário econômico quanto político, exigem que o Crea-Minas aja com cautela em relação aos gastos. A economia brasileira passou por uma brusca virada, saindo de um boom econômico para uma profunda recessão. Em 2016, a economia encolheu 3,6%. Em um passado recente, a realidade era inversa e o país registrou seu maior avanço do PIB em 20 anos quando, em 2010, a economia cresceu 7,5%.

A perspectiva de expansão de 2,5% do PIB, apresentada no início do ano, foi revista para 1,6% em julho. O setor de construção civil, que era considerado um dos que dariam impulso à economia neste ano, não tem tido a recuperação esperada. O setor encolheu 20,5% nos últimos quatro anos, fechou 1,2 milhão de vagas em todo o país e o desempenho só não é pior que o registrado no início da “década perdida”, quando a construção recuou 22,5% entre 1981 e 1984.

RETOMADA DO CRESCIMENTO

Os profissionais da área tecnológica são os protagonistas na retomada do desenvolvimento e do crescimento no Brasil, respeitando o bem-estar social e humano, os critérios de segurança e o equilíbrio ambiental. O Sistema Confea/Crea é uma instituição sólida que carrega consigo uma trajetória de defesa da sociedade ao garantir a atuação do profissional habilitado, com as atribuições devidas, no exercício das profissões da área tecnológica. Diante dos desafios que nos são impostos, fica clara a nossa obrigação de promover, juntamente com as entidades de classe e as instituições de ensino, discussões com a sociedade civil sobre um modelo de desenvolvimento que gere sustentabilidade e cadeias produtivas robustas.

No âmbito institucional, a judicialização que tem marcado a política nacional se refletiu no processo eleitoral do Sistema Confea/Crea. As eleições, inicialmente previstas para novembro, foram postergadas em mais de um mês e ocorreram em 15 de dezembro e a homologação dos resultados foi demorada. Com isso, a posse do presidente mineiro, que contou com o voto de quase 70% dos 8.904 eleitores que compareceram ao pleito, ocorreu somente no dia 29 de dezembro de 2017.

Como consequências dos prazos alargados, Lucio assumiu o Conselho durante o período de férias coletivas e o processo de transição foi estrangulado. Apesar de ser um profissional e uma liderança atuante no Sistema, Lucio teve como desafio inicial entender a situação em que se encontravam os projetos e as condições financeiras do Crea-Minas.

person
Eu fui conselheiro do Crea por dois mandatos e também fui diretor por duas vezes. Na última gestão, ocupei a assessoria parlamentar. Mas, ao assumir a presidência, precisei entender de maneira aprofundada como estavam sendo conduzidas desde as ações da fiscalização e outras atividades até os projetos em andamento e me inteirar dos custos de contratos, da gestão de pessoal.

Lucio Borges
Presidente do Crea-Minas

ESTRUTURA DO CREA

Além da sede, localizada em Belo Horizonte, o Crea-Minas conta com Inspetorias e Escritórios de Representação, que são unidades de atendimento localizadas estrategicamente por toda Minas Gerais. O objetivo é aproximar o Conselho do profissional e da sociedade, tornando mais ágeis os processos e a prestação de serviços. Com isso, o Crea-Minas marca presença na vida das cidades, valorizando os profissionais e protegendo a sociedade.

ANÁLISE FINANCEIRA

A primeira tarefa foi entender a composição do saldo das contas do Crea-Minas e as despesas que precisavam ser quitadas. Isso foi essencial para estabelecer as ações prioritárias em relação às finanças do Conselho.

AS CONTAS EM 2017

Em 29 de dezembro de 2017, o saldo das contas do Crea-Minas era de R$ 18 milhões. Desse montante, apenas R$ 3 milhões eram recursos exclusivos do Crea (1). A conta de recursos a serem pagos ao CAU (2) e que aguarda aprovação da prestação de contas, demandava uma recomposição de quase R$ 3 milhões e registrava um saldo de pouco mais de R$ 30 mil. Os demais recursos são relativos a convênios firmados para realização de obras em Uberaba (3), Conceição das Alagoas (4) e Belo Horizonte (5) e só podem ser utilizados na finalidade específica de cada convênio.


CONTAS BANCÁRIAS VALOR (R$)
Crea - Diversos (1) 3.273.994,47
CAU (4) 33.220,37
Convênio 032/2015 - Crea, Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Minas Gerais, Asseat (Uberaba) (3) 754.740,93
Convênio 002/2016 - Crea, Ministério Público do Trabalho, Município de Conceição das Alagoas, Asseat (4) 1.410.622,05
Convênio 014/2017 - Crea e Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Minas Gerais, com interveniência do Ministério Público (5) 13.056.350,72
TOTAL 18.528.928,54

AS CONTAS DE 2017

As despesas do Crea-Minas, provenientes de compromissos assumidos em 2017 e pagos até junho de 2018, englobam os restos a pagar (1), ou seja, as despesas empenhadas no exercício 2017 e cujos pagamentos não foram realizados até 31 de dezembro daquele ano; a recomposição da Conta de Recursos do CAU (2); despesas relativas a serviços de informática (3) e (4); e as transferências de recursos referentes ao Chamamento Público 2017 (5).


DESPESAS EM 2018 PROVENIENTES DE COMPROMISSOS DE 2017 E PAGAS EM ATÉ JUNHO 2018 VALOR (R$)
Restos a pagar liquidados (1) 4.899.012,05
Recomposição da conta do CAU (2) 2.934.976,82
Serviços de informática - Empresa Stoque Soluções Tecnológicas Ltda. (3)
578.385,90
Serviços de Informática - Empresa Plenos Planejamento e Desenvolvimento Organizacional Ltda. - ME (4) 401.649,05
Transferências Correntes - Chamamento Público (5) 1.113.120,82
TOTAL 9.927.144,64

BALANÇO FINANCEIRO 2018

O balanço financeiro da gestão está disponível no Portal Transparência. Lá é possível acessar os demonstrativos mês a mês. O Conselho acredita que a transparência é um importante instrumento de melhoria da gestão pública, inclusive por ampliar a participação e o controle social. A Lei da Transparência, de 2009, e a Lei de Acesso à Informação, de 2011, assim como a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), de 2000, trazem dispositivos que ampliam a transparência e o acesso a dados públicos. Elas são instrumentos de consolidação da democracia que fortalecem a capacidade dos indivíduos de participar de modo efetivo da tomada de decisões que os afetem. Nas imagens abaixo, há uma síntese dos gastos do Crea-Minas e são apresentados os grandes grupos de despesas.

RECEITAS E DESPESAS TOTAIS 2018 - JANEIRO A JUNHO


VALOR (R$)
Valor Total das Receitas 69.110.725,56
Valor Total das Despesas com Restos a Pagar 46.362.841,19
Receitas Menos Despesas 22.747.884,37

DESPESAS POR GRUPO 2018 - JANEIRO A JUNHO


CONTAS VALOR (R$)
Pessoal, Encargos Sociais e Benefícios
Remuneração Pessoal 14.572.166,49
Encargos Patronais 4.720.093,33
Benefícios a Pessoal 3.148.202,56
Benefícios Assistenciais 3.466,40
Remuneração de Estagiários 447.298,40
Total 22.891.227,18
Diárias e Deslocamentos
Diárias 1.842.996,59
Deslocamento 740.933,35
Total 2.583.929,94
Serviço de Assessoria e Consultoria
MQV Qualidade Ltda. - ME 635.695,68
Stoque Soluções Tecnológicas Ltda. – CPS-0011/2017 1.409.068,80
Total 2.044.764,48
Serviços de Informática
Plenos Planejamento e Desenvolvimento Organizacional Ltda. - ME 972.481,40
Software AG Brasil Informática e Serviço 232.004,53
Implanta Informática Ltda. 84.000,00
Velp Tecnologia Ltda. - ME 39.918,50
Equinix do Brasil Soluções de Tecnologia em Informática S.A. - Filial 103.958,30
Altas Networks & Telecom Ltda. - EPP - CPS-0058/2017 129.498,00
Altas Networks & Telecom Ltda. - EPP - CPS-0062/2014 193.827,12
Altas Networks & Telecom Ltda. - EPP - ARP-0006/17 33.600,00
Totvs S.A. - Filial 18.268,70
Total 1.807.556,55
Serviços de Limpeza, Conservação e Jardinagem
Artebrilho Multisserviços Ltda. 1.116.728,08
Total 1.116.728,08
Serviço de Divulgação Institucional
Agencia Radioweb DF Produção Jornalística em Áudio Socieda-de Simples Ltda. - EPP 64.442,90
Conceito Solução em Publicação Eirelli - ME 34.948,62
Agência de Publicidade -
Total 99.391,52
Demais Serviços Profissionais - Pessoa Jurídica
Artebrilho Multisserviços Ltda. (Outros serviços como portaria e Call Center) 1.027.235,56
Stoque Soluções Tecnológicas Ltda. - CPS-0025/2017 946.401,22
Excellenge Eletricidade Ltda. 80.183,45
Atrium Empresa de Viagens e Turismo Ltda. 152.952,38
A&D Motoboys Oficina e Motopeças Ltda. 27.690,55
Contécnica Consultoria Técnica Ltda. 559.181,98
Sercon - Service Construções e Serviços Ltda. - EPP 448.403,04
Jucemg - Junta Comercial do Estado de Minas Gerais 16.604,60
Total 3.258.652,78
Locação de Bens Móveis
Companhia de Locação das Américas 533.025,00
Total 533.025,00
Locação de Bens Imóveis
Locações Diversas 699.637,38
Total 699.637,38
Confecção de Revistas
Gráfica e Editora Posigraf S.A. -
Total -
Outros Serviços de Terceiros - Pessoa Jurídica
Serviços de Energia Elétrica 348.159,91
Serviços de Água e Esgoto 50.150,93
Serviços de Internet 635.449,22
Telefonia fixa 292.849,81
Telefonia Móvel 83.821,84
Despesas com Cobrança 840.173,30
Total 2.250.605,01
Demais Despesas Correntes
Sentenças Judiciais 75.593,46
Indenizações, Restituições e Reposições 166.010,81
Total 241.604,27
Transferências Correntes
Associação Cultural dos Profissionais do Crea -
Repasse Receita De A.R.T. 1.113.120,82
Total 1.113.120,82
Obras e Instalações
Civitas Arquitetura Ltda. - ME - Varginha 238.700,66
Civitas Arquitetura Ltda. - ME - Itabira 79.674,15
Construtora Cardoso Martins Ltda. - Alfenas 185.353,46
CLL Engenharia E Empreendimentos Ltda. - Divinópolis 278.777,64
CLL Engenharia E Empreendimentos Ltda. - Passos 199.233,43
Total 981.739,34
Despesas Diversas 1.844.865,85
Restos a Pagar - Valor Inscrito: R$ 5.380.161,19 4.895.992,99

Outras duas questões incidiram nas discussões que iriam transformar o programa de gestão apresentado durante a campanha em um planejamento estratégico para o Crea-Minas. Nesse período, já havia a possibilidade de os técnicos migrarem para um conselho próprio e essa era uma variável relevante a ser considerada. De fato, a Lei 13.639/2018, que institui os conselhos dos técnicos, foi sancionada pelo presidente Michel Temer, no dia 26 de março de 2018. A migração dos técnicos tem um impacto calculado em mais de R$ 11 milhões, o que representa uma queda de 13% na receita do Crea-Minas. O estudo foi feito com base nos dados 2017.

As novas exigências dos órgãos de controle, como o Tribunal de Contas da União (TCU) impactaram diretamente as diretrizes da gestão, uma vez que têm cobrado uma maior aderência entre as ações dos órgãos e suas atividades-fim. No caso do Crea-Minas, cuja finalidade é a fiscalização do exercício profissional, atividades que fogem deste escopo deixaram de ser bem-vistas.

As restrições financeiras e de atuação do Crea-Minas, estabelecidas pelo momento atual, nortearam as discussões sobre o planejamento estratégico do Conselho. O cenário, para o presidente do Conselho, permitiu que, de fato, as restrições fossem entendidas como oportunidades de melhoria.

Cada gestor tem um perfil. Eu prefiro trabalhar com uma estrutura mais enxuta e procuro garantir que as decisões sejam compartilhadas.

Person

Lucio Borges

Presidente do Crea-Minas

Em março, o Conselho lançou o Programa de Demissão Voluntária (PDV). O objetivo do PDV foi adequar o quadro funcional do Crea-Minas à realidade financeira e aos princípios de eficiência e economicidade a que a administração pública está sujeita.

Os ajustes são feitos com avaliações pormenorizadas e são baseados em estudos, diálogos e negociações. A Revista Vértice é um exemplo. Diversos profissionais têm manifestado o desejo de receber apenas a versão digital da revista, já que utilizam cada vez mais os tablets e smartphones para acessar informações. Essa demanda resultou em um projeto de revista digital, que vai nos possibilitar maior agilidade.

person
Acredito que devemos nos comprometer com alternativas que sejam mais sustentáveis, seja do ponto de vista técnico, seja do ponto de vista econômico e essa diretriz perpassa todas as nossas ações e projetos.

Lucio Borges
Presidente do Crea-Minas

O Conselho reconhece que o momento atual é marcado por mudanças rápidas e avanços são sempre necessários. Surgem novas tecnologias, novos títulos profissionais e o Sistema precisa estar sempre se atualizando para continuar atuando de forma eficiente em defesa da sociedade. O Crea-Minas tem se preocupado com essas questões e procura se manter em sintonia com as novas demandas, tanto que, nos últimos anos, vem ampliando a oferta de serviços online e tem aprimorado seus processos de fiscalização, seja com o estabelecimento de parcerias, seja com a especialização em grandes áreas como agronegócio e mineração.

A gestão atual pretende avançar na adoção de estratégias, métodos de gerenciamento e planejamento para garantir a eficiência das ações de fiscalização. Outra medida é melhorar e simplificar os serviços prestados aos públicos interno e externo, a modernização do atendimento, ampliando a oferta de serviços online para garantir ao profissional atendimento com agilidade. Em relação às entidades, está em estruturação um setor, com assessoria técnica e jurídica, para auxiliá-las na elaboração, gestão e captação de apoio financeiro para projetos de interesse dos profissionais, da sociedade e do Crea-Minas. Outro objetivo é intensificar a relação com as universidades, ampliar convênios técnicos e fomentar parcerias com empresas, sempre com foco na atividade-fim do Conselho, que é a fiscalização.

person
Queremos fazer mais com menos. Esta é a nossa meta. Acredito que esta seja a demanda dos tempos atuais e o desejo dos profissionais, e estou empenhado em garantir que isto ocorra.

Lucio Borges
Presidente do Crea-Minas