Pesquisar...

O presidente do Confea, engenheiro civil Joel Krüger, reuniu-se com o presidente do Crea-MG, engenheiro civil Lucio Borges, no dia 07 de fevereiro de 2019. Na ocasião, Joel manifestou sua solidariedade aos mineiros em relação à tragédia ocorrida em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, no dia 25 de janeiro de 2019, quando a barragem da Mina do Feijão se rompeu.

Segundo Joel Krüger, o Confea vai acompanhar, com o Crea-MG, a apuração dos fatos referentes à tragédia. “Estamos fornecendo todo o apoio para identificar as causas e posteriormente apurar as responsabilidades. Mas lembramos que é muito importante que não ajamos de forma precipitada e leviana e, sim, que se apurem as causas reais dessa lamentável tragédia”, destacou.

Para o presidente do Crea-MG, é fundamental mobilizar sindicatos, associações de classe, empresas e escolas para que a engenharia avance e busque soluções necessárias para garantir segurança à sociedade e evitar novos desastres. “Se o Brasil cresceu e se desenvolveu foi graças a nossas profissões. Todas elas. O Sistema Confea/Crea está unido. Faremos uma jornada nacional para que a gente avance e para que a engenharia seja reconhecida”, ressaltou Lucio Borges.

Na oportunidade, Joel e Lucio reforçaram a necessidade de discutir alternativas e protocolos técnicos capazes de minimizar riscos sociais e ambientais, assim como as políticas de licenciamento ambiental e de segurança de barragens. Eles reiteraram que é preciso que a engenharia nacional volte a ser pensada sobre os quatro pilares fundamentais: planejamento, projeto, execução e manutenção.

Do Crea-MG participaram da reunião, o diretor de Relações Institucionais Pedrinho da Mata; o superintendente de Relações Institucionais Jean Marcus Ribeiro; e os assessores da Presidência Elder Gomes dos Reis, Alírio Mendes Júnior e Marcos Túlio de Melo, que já foi presidente do Confea (2006-2011) e do Crea-MG (2000-2005); além do advogado Jairo Mecabô que acompanhava o presidente do Confea.