Pesquisar no site...

Representantes de empresas do setor de produção e fornecimento de concreto  da circunscrição da Inspetoria de Passos se reuniram com o presidente do Crea-Minas, engenheiro civil Lucio Borges, no dia 11 de dezembro de 2018, na sede do Conselho, em Belo Horizonte. O encontro teve como objetivo discutir sobre Anotação de Responsabilidade Técnica para o processo de produção e fornecimento de concreto.

Hoje, é exigido que as ART sejam feitas por contrato de fornecimento de concreto para atendimento a cada empreendimento. As empresas sugerem que o processo seja revisto e as ARTs registradas por lote produzido nas usinas. “O que as empresas defendem é que, a exemplo do que é feito nas olarias, a cobrança de ART deixe de ser realizada por fornecimento de concreto para um empreendimento ou contrato. Elas entendem que, se há um profissional responsável pela produção do concreto, ele também é responsável pelo produto enviado às construções”, afirma o inspetor-chefe de Passos, engenheiro civil Manoel Reginaldo Ferreira. A questão foi discutida com o presidente do Conselho, que encaminhou a pauta para a Câmara Especializada de Engenharia Civil, para que os conselheiros possam analisá-la.