Pesquisar...

Mais uma etapa do Projeto de Especialização da Fiscalização na Mineração foi concluída com o treinamento dos fiscais. Segundo o supervisor da Fiscalização na Mineração, engenheiro de minas Newton Reis, o objetivo é proporcionar uma visão geral e detalhada de cada etapa do ciclo minerário, desde a prospecção, a pesquisa, o licenciamento junto aos órgãos competentes, o planejamento da lavra a céu aberto ou subterrânea, as características, o processo de beneficiamento e concentração mineral, a deposição de rejeito final, o controle e implicações ambientais e, finalmente, a recuperação ambiental da área lavrada pelo empreendedor. 

Newton explica ainda que o curso “nivelou o conhecimento dos fiscais para que eles trabalharem em ações de fiscalização, promovendo a regularização de profissionais e empresas da cadeia produtiva da mineração”, destacou. Ele reforça que a Câmara Especializada de Geologia e Minas (CEGM) teve importância fundamental no projeto, apoiando todos os passos, desde sua concepção até as etapas de implantação. Além de apoiar, a coordenadora Francisca Maria Ribeiro Printes e os conselheiros Cid Queiroz Fontes e João Augusto Hilário de Souza da CEGM participaram do treinamento. Também na região do Triângulo, o fiscal João Carlos Moreira Gomes, que é geólogo, falou sobre pesquisa mineral, enriquecendo o conteúdo com suas experiências.

Avaliações

O treinamento foi realizado em Belo Horizonte nos dias 6 e 7 de agosto e 11 e 12 de setembro, em Uberlândia nos dias 18 e 19 de setembro, em Varginha nos dias 25 e 26 de setembro e, em Ipatinganos dias 27 e 28 de setembro. Em cada uma das cidades, ao final do processo, os fiscais fizeram avaliações individuais sobre o conteúdo do programa, atuação do instrutor, atuação dos participantes, infraestrutura e logística. O treinamento obteve um índice de satisfação globalde 87%. Tivemos uma visão geral de todas as etapas de uma cadeia produtiva específica e noções de onde deve existir a participação técnica de um profissional qualificado e habilitado”, ressaltou o fiscal de Manhuaçu, Marcelo Vieira.

Próxima etapa

Em continuidade ao projeto de"Especialização da Fiscalização na Mineração"já estão programadas algumas atividades para o próximo ano. São reuniões nas cidades polos, cujo público alvo são lideranças, profissionais e empresários ligados à cadeia produtiva da mineração em todas as regiões do estado. Em cada uma, o foco será um segmento.Na região Sudeste do estado, nos reuniremos em Barbacena e Ubá, respectivamente, abordando rochas britadas e agregados para construção civil; na Metropolitana, a reunião será em Ouro Preto, com foco em minério de ferro; na Central, o alvo será calcário, e o encontro será em Arcos, já na Leste, em João Monlevade e Ipatinga, o foco também será o minério de ferro; na Sul, trataremos de quartzito, em Luminárias e Guapé; na Norte, em Diamantina, o tema será rochas ornamentais e de revestimento, além do minério de ferro e; finalmente no Triângulo, em Patrocínio e Uberaba, com foco em fosfato e nióbio. 

As reuniões, que precedem a Ação de Fiscalização Dirigida (FRD), têm o objetivos de esclarecer dúvidas a respeito do que é verificado pelo Crea-Minas durante as açõesElas são divididas em três partes, sendo que a primeira aborda informações institucionais sobre o Crea-Minas, nas seguintes, a equipe da Especialização na Mineração fala um pouco sobre as etapas do Projeto e, encerra com informações técnicas relacionadas ao tema da reunião e avaliação final feita pelos participantes.