Pesquisar...

Os conselheiros da Câmara Especializada de Engenharia Química (CEEQ) do Crea-Minas visitaram, na manhã do dia 18 de outubro de 2018, a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Barbosa Lage da Companhia de Saneamento Municipal de Juiz de Fora (Cesama). A ETE possui capacidade para tratamento de aproximadamente 8% dos esgotos gerados em Juiz de Fora e é uma das responsáveis pelo tratamento da água do Rio Paraibuna.

De acordo com o inspetor-chefe de Juiz de Fora, engenheiro civil José Eduardo Modesto, a visita “serviu para verificar o funcionamento da ETE, os processos e a importância do profissional qualificado nas estações de tratamento de esgoto”. Ele ainda reiterou que os integrantes da CEEQ, durante os dois dias em que estiveram no município, ficaram mais atualizados a respeito das ações de fiscalização que vêm sendo realizadas na região.

No período da tarde, os conselheiros foram à Becton Dickinson Indústrias Cirúrgicas S.A, que produz e comercializa suprimentos médicos, equipamentos e dispositivos para laboratórios e hospitais, como seringas, agulhas, cateter, entre outros. Para o supervisor da região Sudeste Antônio Fernando de Castro, “o contato com a empresa foi importante para ter uma visão sistêmica do processo produtivo desses insumos em que são utilizadas práticas de engenharia da modalidade química, desde a matéria-prima até o produto final”.  

Já no dia 19 de outubro, os conselheiros Rogério Melo, Antônio Iatesta e Alcinéia Ramos se reuniram, na Inspetoria de Juiz de Fora, com a inspetora modal Tatiana Silva, o fiscal Felipe Alves, além do supervisor da região Sudeste e o inspetor-chefe do município. Segundo o coordenador da CEEQ, engenheiro químico Rogério Melo, o principal assunto tratado foi fiscalização. “Conversamos sobre a fiscalização de atividades industriais e de engenharia química. Nossas ações objetivam verificar a regularidade das empresas perante o Crea-Minas”, enfatizou.