Pesquisar...

Com o objetivo de debater o Projeto de Lei 6.814/2017, que propõe novas normas para licitações e contratos da Administração Pública, representantes do Crea-Minas e do Sindicato da Indústria da Construção Pesada no Estado de Minas Gerais (Sicepot-MG) reuniram-se no dia 20 de agosto de 2018.  

Segundo o presidente do Crea-Minas, engenheiro civil Lucio Borges, o Conselho estará à frente da interlocução com o Confea, demais Regionais e com os profissionais da área tecnológica. “Vamos encaminhar esta pauta para o Colégio de Presidentes a fim de aprofundar, de forma transparente, esta discussão e também ouvir as propostas deles sobre este assunto”, enfatizou.  

Para informar aos profissionais do Sistema e empresas acerca das discussões do Projeto, o Crea-Minas e o Sicepot-MG criarão grupos de trabalho conjuntos. O presidente do Sindicato, Emir Cadar Filho, defendeu a importância da parceria. “Esta parceria e o alinhamento de ideias é enriquecedora para buscarmos melhores condições de trabalho e unirmos esforços para levar a engenharia a um patamar mais elevado”, realçou.

Além de discutir as propostas para uma nova legislação sobre licitações e contratos, os participantes também debateram a atual situação do mercado de trabalho das profissões da área tecnológica, valorização profissional, atuação do Crea-Minas nos diversos conselhos municipais e estaduais, como o Conselho de Política Ambiental (Copam) e o Conselho Municipal de Desenvolvimento Ambiental (Codema).  

Participantes - Como representantes do Crea-Minas, participaram o chefe de gabinete, engenheiro civil Marcos Gervásio; os superintendentes de Relações Institucionais, engenheiro civil Jean Marcus Ribeiro; de Atendimento e Fiscalização, engenheiro agrônomo Humberto Falcão; de Planejamento, Gestão e Tecnologia, engenheiro metalurgista Élder Gomes; os assessores da presidência, engenheiro de minas José Tarcísio Caixeta; engenheiro metalurgista João Bosco Calais Filho; engenheiro mecânico César Paiva; o assessor parlamentar engenheiro civil Paulo Salomão e o procurador-geral Rubens Jardim.

Do Sicepot-MG, participaram o primeiro vice-presidente, engenheiro civil Henrique Baeta; o vice-presidente de Planejamento e Desenvolvimento, engenheiro civil João Jacques Vaz; o vice-presidente Rodoviário, engenheiro civil Juliane Leite; o vice-presidente de Obras Urbanas, engenheiro civil Bruno Baeta; o vice-presidente de Edificações Públicas, engenheiro civil José Soares Neto; os diretores de Planejamento e Desenvolvimento, engenheiro civil Marcos Moutinho e Jorge Sander; o diretor de Obras de Arte Especiais, engenheiro de minas Hipólito Ferreira; o diretor de Edificações, engenheiro civilAlexandre Manata; o diretor-executivo Marcelo Viana.