Pesquisar...

Fiscalização de elevadores foi o assunto discutido em reunião realizada entre o presidente do Crea-Minas, engenheiro civil Lucio Borges, e o presidente da Associação de Engenharia Mecânica e Industrial de Minas Gerais (Abemec-MG), engenheiro mecânico Marcelo Aguiar, no dia 23 de maio de 2018, na sede do Conselho.  

Com o objetivo de aumentar a segurança dos equipamentos, o presidente da Abemec-MG pretende criar um selo de qualidade para elevadores em parceria com o Crea-Minas. “Este é um projeto inovador que vai validar para a sociedade as empresas instaladoras e conservadoras que estão seguindo as normas exigidas pela legislação vigente”, destacou. 

O presidente do Crea-Minas defende que os elevadores precisam de constantes vistorias e assistências técnicas de profissionais habilitados para garantir a segurança do usuário. “Nosso foco é a fiscalização do exercício profissional. Não podemos permitir a atuação de leigos neste segmento”, ressaltou Lucio Borges. 

De acordo com o conselheiro da Abemec-MG, engenheiro mecânico Edílson Silva, as empresas que seguirem as normas exigidas pela legislação, entre elas ter CNPJ, inscrição estadual, Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA), Anotação de Responsabilidade Técnica (A.R.T.) e registro no Crea poderão utilizar o selo, quando este for criado . “O selo de qualidade não é para criar reserva de mercado, mas para fomentar uma padronização das empresas em busca da segurança e da qualidade de prestação de serviços para sociedade”,enfatizou. 

No Brasil, existem cerca de 350 mil elevadores em funcionamento sendo 20 mil, em Belo Horizonte, segundo a Abemec-MG. Na maioria dos casos, os que apresentam irregularidades e causam acidentes não passam por manutenções constantes. “Em Belo Horizonte, aproximadamente 500 elevadores funcionam sem um responsável técnico. Hoje nós temos um acidente causado por elevador a cada quatro meses e uma vítima fatal a cada 10 meses. Nosso objetivo é coibir a atuação de empresas clandestinas”, realçou o diretor financeiro da Abemec-MG, engenheiro mecânico Ronaldo Bandeira. 

Os representantes do Crea-Minas, diretores Administrativo e Financeiro, engenheiro civil Walmir Januário; de Gestão e Tecnologia, engenheiro mecânico Waldimir Teles; os superintendentes de Relações Institucionais, engenheiro civil e de segurança do trabalho Marcos Gervásio; de Atendimento e Fiscalização, engenheiro agrônomo Humberto Falcão; o assessor da Presidência, engenheiro de Minas José Tarcísio Caixeta; o advogado da Abemec-MG Gustavo Souza, e o diretor administrativo da Associação, engenheiro mecânico Marcos Rodrigues também participaram da reunião. 

 

Confira as fotos.