Pesquisar...

A Câmara de Mediação e Arbitragem (CMA) do Crea-Minas recebeu o selo de qualidade do Programa Brasileiro de Autorregulamentação de Boas Práticas em Arbitragem, Conciliação e Mediação (Parconima), concedido pelo Conselho Nacional de Mediação e Arbitragem (Conima), em solenidade realizada no dia 14 de maio de 2018, na sede do Conselho.

A CMA, que foi inaugurada em 2012, ganhou o título após análise, verificação e auditoria realizadas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que constatou os parâmetros técnicos e éticos dos procedimentos de resolução de conflitos, tornando-se a primeira entidade do segmento a receber o selo. “Isso demonstra que o trabalho feito na Câmara é de qualidade e que estamos de acordo com as boas práticas de mediação, conciliação e arbitragem”, destaca o presidente da CMA, engenheiro civil Clémenceau Chiabi.

O selo Parconima tem o objetivo de defender a padronização da prática de resolução de litígios por meio de auditorias. Já o programa tem como função orientar as organizações sobre as diretrizes necessárias para a realização dos procedimentos consensuais. “O Parconima fortalece os serviços oferecidos pelas instituições de mediação, conciliação e arbitragem, visando a excelência de sua atuação”, reforça o coordenador geral do Parconima Gilberto Zereu.

Estiveram presentes, além de Clémenceau Chiabi e Gilberto Zereu, o superintendente de Planejamento e Gestão do Crea-Minas, engenheiro metalurgista Elder Gomes dos Reis; a presidente do Conima Fernanda Levy; o ex-presidente do Crea-Minas, engenheiro civil Jobson Andrade; a secretária-geral do Conima Ana Lúcia Pereira; o chefe de gabinete do Crea-Minas Raimundo Fernandes; diretores e membros da CMA e demais convidados.

Confira as fotos do evento.