Pesquisar...

Para definir estratégias, traçar objetivos e determinar os rumos que irão nortear as ações do Crea-Minas nos próximos três anos, o presidente do Crea-Minas, os diretores, os superintendentes e os assessores participaram de uma reunião, no dia 04 de maio de 2018, na sede do Conselho.

Por meio de discussões, articulação de ideias e engajamento dos gerentes e assessores foram apresentadas 54 demandas detalhadas, que se agruparam em 14 projetos, alinhados ao plano de governo da atual gestão. Segundo o consultor de gestão da MQV Qualidade Limitada, Mário Vidotti, o planejamento está sendo desenvolvido em quatro etapas. “Na primeira etapa, ocorreu o brainstorming e o cadastro dos projetos. Na segunda, fizemos a pré-seleção. Na terceira, ocorrerá a priorização deles e na quarta o planejamento das ações até a execução. Como resultado deste processo, teremos a disponibilização do mapa estratégico do Crea-Minas”, destacou.

O planejamento estratégico é um processo dinâmico e participativo, que está sendo elaborado de modo a se adequar à realidade vivida pelo Conselho, segundo o assessor da presidência César Paiva. “As diretrizes e ações do planejamento estão contemplando as propostas do plano de gestão da presidência. Elas vão proporcionar a melhoria da qualidade dos serviços e dos produtos do Conselho, considerando, inclusive, todos os requisitos legais que regulamentam nossas atividades”, ressaltou.

Segundo o presidente do Crea-Minas, engenheiro civil Lucio Borges, as contribuições e o posicionamento dos gestores estão criando um diagnóstico que vai gerar resultados positivos para o planejamento. “O planejamento é uma ferramenta indispensável para direcionar os nossos projetos. Nossa expectativa é de que ele seja eficiente e atenda aos anseios dos profissionais e da sociedade”, enfatizou. 

A próxima reunião será realizada, no início do mês de junho, com o objetivo de apresentar os projetos estruturados para cada demanda.

 

Confira as fotos