Pesquisar...

Plano municipal de saneamento básico e projeto de abastecimento de água e esgoto sanitário foram os temas discutidos entre o coordenador de Projetos e Serviços da Fundação Educacional de Caratinga (Funec), engenheiro civil Alessandro Loreto, e o presidente do Crea-Minas, engenheiro civil Lucio Borges, durante reunião na sede do Conselho, no último dia 22 de março. No encontro, foram discutidas possibilidades de implementação de parcerias entre o Crea-Minas, o Ministério das Cidades, a Fundação Nacional de Saúde  (Funasa) e a Funec para a elaboração de planos municipais de saneamento básico.
 
O plano consiste em estabelecer um diagnóstico com ações de saneamento que incluem abastecimento de água, esgotamento sanitário, drenagem pluvial, coleta e destinação de resíduos sólidos. O documento está previsto na Lei 11.445 de 2007, conhecida como a Lei do Saneamento Básico. Os municípios precisam elaborá-lo para terem acesso aos recursos estadual e federal na área de saneamento e urbanização. “Somente 30% das cidades brasileiras têm planos municipais de saneamento básico. Precisamos unir esforços e para isso é fundamental contarmos com o apoio dos profissionais do Sistema Confea/Crea, a fim de que eles possam participar da discussão dessas ações”, destacou Alessandro. 
 
O presidente do Crea-Minas acredita no potencial dessa parceria ao evidenciar a engenharia como um bem social e agente de desenvolvimento, além de trazer oportunidades de trabalho para os profissionais da área tecnológica.