A noite dessa segunda-feira, 18, marcou a celebração dos profissionais da engenharia e as importantes conquistas do setor, por meio do emprego de conhecimento e tecnologia, principalmente no contexto de combate à pandemia de Covid-19. O destaque ficou por conta do reconhecimento aos profissionais que foram fundamentais para que o XXI Congresso Internacional de Engenharia Mecânica e Industrial (Conemi) chegasse na sua vigésima-primeira edição. A solenidade de abertura do evento reuniu grandes nomes do setor na sede do Crea-MG, em Belo Horizonte.

A abertura oficial foi conduzida pelo anfitrião do evento, presidente da Federação Nacional de Engenharia Mecânica e Industrial (Fenemi), engenheiro mecânico Marco Aurélio Candia Braga. Logo em seguida, o conselheiro federal, engenheiro mecânico Carlos de Laet Simões Oliveira, saudou a todos os presentes, parabenizando os organizadores e desejando sucesso ao Congresso. Laet celebrou o que classificou como “maior encontro da engenharia mecânica e industrial”. Ainda, destacou o trabalho do plenário do Conselho Federal e das Câmaras Especializadas. “Somos a tecnologia, movemos esse país”, destacou.

Na oportunidade, o conselheiro federal representou o presidente do Confea, engenheiro civil Joel Krüger, que em razão de licença médica não pode comparecer ao evento, mas deixou sua mensagem registrada em vídeo que foi exibido aos participantes. “Para nós, do Confea, é motivo de orgulho patrocinar um evento dessa amplitude, que reúne as grandes lideranças da engenharia mecânica e industrial”, disse Joel no vídeo, parabenizando ainda toda a comissão organizadora do evento, em especial a diretoria da Fenemi e da Abemec-MG, além de saudar o presidente, conselheiros e diretores do Crea-MG.  

As palavras do engenheiro mecânico Waldimir Teles Filho, presidente da Associação de Engenharia Mecânica e Industrial de Minas Gerais (Abemec-MG) – entidade coorganizadora do Conemi – foram de gratidão, em especial ao presidente do Crea-MG. “Quando da realização do Congresso em Mato Grosso do Sul, foi solicitado que as Abemecs se manifestassem para realizar essa edição e recebemos total e irrestrito apoio do presidente Lucio”, disse o engenheiro, agradecendo ainda o apoio da Mútua, e dos funcionários do Crea e da Associação mineira.

Por sua vez, o presidente do Crea-MG, engenheiro civil Lucio Borges, destacou a importância de sediar o evento após 19 anos do estado receber a segunda edição do Conemi, em 2002. “Muito importante para nós, do Crea-MG, depois de 19 anos, o Conemi, retornar a Minas Gerais. Lembro-me da segunda edição, realizada em São João Del Rei, em 2002, e a história continua. Sediar esse evento é uma honra. Os temas são fundamentais para a engenharia e a sociedade, como um todo, pois, nessa pandemia, ficou claro que a engenharia pode salvar vidas”, disse.

Presidente do Crea MG Lucio Borges no XXI Conemi

Na plateia, composta por profissionais, empresários e acadêmicos, estavam presentes grandes nomes da Engenharia Mecânica e Industrial, que ajudaram a fundar e edificar o trabalho das entidades de classe. “Precisamos reconhecer aqui o trabalho desses engenheiros que contribuíram para promoção desse grande evento”, disse o presidente da Fenemi, engenheiro mecânico Marco Aurélio Candia Braga, dando destaque às presenças dos engenheiros Danilo Amaral (MG), Jorge Luiz Rosa Vargas (MS), Ivo Germano Hoffmann (RS) e Jorge Nei Brito (MG), que foram saudados por todos no auditório.

“Cada um teve seu papel e estamos construindo essa Fenemi. Traçamos uma trajetória e temos hoje 11 Abemecs regulares em todo o Brasil, mas nossa meta é constituir 27 representantes”, destacou Marco Aurelio, que ressaltou o salto de submissão de artigos e de inscritos dessa edição do Congresso com mais de 200 trabalhos e 701 participantes.

Presidente da Fenemi no XXI Conemi

A mesa de autoridades foi composta ainda com a presença da engenheira mecânica Michele Costa, conselheira federal e dos engenheiros Lucas Sevale – coordenador nacional das Câmaras Especializadas de Engenharia Industrial; Arnaldo Basile Júnior – presidente executivo da Abrava; Carlos Trombini – presidente da Anprac, Abelardo Ribeiro de Novaes Filho – diretor-geral da Mútua-MG; Thiago Portes – representante da Ashrae Brasil.

Mesa-redonda – A engenheira mecânica Michele Costa mediou a mesa-redonda “Mulheres na Engenharia”, que contou com a presença da assessora de relações institucionais do Confea e idealizadora do Programa Mulher, eng. Fabyola Resende, além da engenheira civil Flavia Roxin, que é integrante do Comitê Gestor do Programa Mulher do Crea-MG, da engenheira de produção Deyvilla Mara Santos Araújo, integrante da Comissão Organizadora do Conemi e dirigente da Abemec-MG.   

XXI Conemi – A vigésima-primeira edição do Conemi é realizada pela Federação Nacional de Engenharia Mecânica e Industrial (Fenemi) e coorganizado pela Associação Brasileira dos Engenheiros Mecânicos (Abemec-MG). Tem como tema “Os desafios da engenharia industrial na produção de alimentos, energia renovável e na promoção da qualidade de vida das pessoas”. É patrocinado pelo Sistema Confea/Crea e Mútua. É apoiado pela UFMG, UFSJ, IFF Campus Itaperuna, Ashrae Brasil, Abrava, Anprac, Hotel Ramada Lourdes, Candia Braga Laboratório, UFU, Crea Jr-MG e Programa Mulher do Confea.

O evento prossegue até quinta-feira, dia 21, com palestras, minicursos e apresentações de trabalhos técnicos. Acesse www.conemi.org.br e acompanhe a programação completa.

Fonte: Fenemi - Michelle Araújo (redação)
Publicado em 19 de outubro de 2021