Usinas fotovoltaicas estão sendo implantadas nos municípios de Jaíba e Janaúba, no Norte de Minas. Para falar sobre as ações do Crea-MG e a importância da regularidade das atividades de engenharia, agronomia e geociências, o inspetor-chefe no município, engenheiro eletricista João Paulo de Freitas Castro; o gerente do Departamento de Fiscalização, engenheiro agrônomo Humberto Falcão; e o supervisor da Regional IV, Alex Fabiano, estiveram nas obras, respectivamente, nos dias 09 e 10 de setembro. De acordo com Humberto Falcão, a fiscalização do Crea-MG já está sendo realizada nas usinas. “Estamos acompanhando todas as fases das obras destes empreendimentos. Já estamos verificando toda parte de contratos das empresas da área de engenharia, solicitando a relação de quadros técnicos”, destacou.

Em Jaíba, o projeto conhecido como Sol do Cerrado prevê a instalação de 1 milhão e 450 mil placas solares em 17 subparques. Segundo a companhia responsável, a energia captada será conduzida por 5,5 milhões de metros de cabos, sendo que uma linha de transmissão escoará a produção até o sistema interligado nacional de energia. Em Janaúba, a usina solar terá 830 megawatts pico (MWp) em capacidade instalada, contará com 14 parques solares e 1,5 milhão de módulos fotovoltaicos. Os empreendimentos estão entre os maiores em construção na América Latina. “O Crea-MG está atento a estes projetos que vão trazer desenvolvimento para esta região. Temos aqui um grande potencial de geração de energia solar", ressaltou João Paulo.

Complexo Solar Janaúba MG

 

Almir Moura
Divisão de Comunicação e Publicidade
Publicado em 13 de setembro de 2021