Professores do IFMG Campus Piumhi estão desenvolvendo um ventilador pulmonar mecânico de baixo custo, que pode ser usado em alguns casos de covid-19. A ideia é montar um respirador de baixo custo, registrá-lo junto à Anvisa, e depois produzir em grande escala para doar a hospitais. “A motivação é ajudar os hospitais da região, desafogando a fila para respiradores, deixando apenas os casos mais graves para os respiradores mais complexos, que possuem um custo bem maior, da ordem de R$ 200 mil”, explica Felipe Alves.

O projeto é patrocinado pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Instituições Federais de Ensino (Sindifes) e, o protótipo, que custa aproximadamente 20 mil reais, pode atender até 20 pacientes simultaneamente. “Conseguimos patrocínio para montarmos o protótipo do respirador. Estamos efetuando os testes mecânicos e as melhorias necessárias. Estamos realizando estas atividades de forma gratuita, concomitantemente com as atividades docentes, pois há aulas remotas e projetos de pesquisa em andamento, durante o momento atual de pandemia pelo qual estamos passando”, finaliza Felipe.

 A equipe é composta por três professores do IFMG Campus Piumhi, os engenheiros civis Humberto Melo e Felipe Alves, e do biólogo Pedro Luiz Camargo. Conta também com a parceria do engenheiro mecânico Marcos Paulo Pedroso, professor do IFMG Campus Arcos, do engenheiro mecânico Geovani Miranda, do estudante Gabriel Soares e do técnico em equipamentos odontológicos Laurency Soares.