Quando se passa em frente a um empreendimento de engenharia, agronomia e geociências algumas informações podem ser vistas em uma placa que identifica os profissionais, com título e número de registro profissional. Além de ser exigência legal, ela tem a finalidade de mostrar à sociedade quem realiza os serviços naquele local.

Mais conhecida como placa de obra, ela tem que ser afixada em local visível e estar legível ao público, conforme artigo 16 da Lei 5.194/66. Também deve, obrigatoriamente, permanecer no local enquanto durar a atividade técnica. Nas ações de fiscalização do Crea-MG, os fiscais sempre verificam se ela está instalada.

Segundo o gerente de Fiscalização do Crea-MG, engenheiro eletricista Nicolau Neder, a obra que não tem placa está irregular. “A ausência pode significar que aquela atividade esteja sendo desempenhada por uma pessoa não habilitada, caracterizando o exercício ilegal da profissão e sujeita à autuação. Portanto, é de suma importância que as empresas e os profissionais habilitados mantenham a placa no empreendimento para sua própria valorização perante à sociedade”, destacou.