A Câmara Especializada de Mecânica e Metalurgia do Crea-MG (CEMM) preocupada com os riscos decorrentes da resolução 101 do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), publicada em 9 de junho de 2020, solicitou que seja interposta liminar junto ao Tribunal Regional Federal. O pedido de providências será encaminhado ao Confea para que seja tomada uma posição em nível nacional. A decisão foi aprovada por unanimidade em reunião da CEMM, no dia 17 de junho, na sede do Crea-MG.

De acordo com a resolução, os técnicos industriais podem se responsabilizar pela elaboração e execução de projetos que, segundo o coordenador da CEMM, engenheiro mecânico José Gomes, não possuem formação adequada. "A resolução extrapola totalmente a formação dos profissionais de nível médio. É só a gente pegar o projeto pedagógico e comparar. A carga horária é muito diferente. Quando o CFT dá essas atribuições, que deveriam ser só dos profissionais de nível superior, ele coloca toda a sociedade em risco," afirmou.

Confira o documento aprovado pela CEMM