O Crea-MG agradece a contribuição do engenheiro agrônomo Alfredo Scheid Lopes para a agricultura nacional. Seu estudo teve impacto no agronegócio e no crescimento da pesquisa científica. E sua atuação contribuiu para a formação de diversos profissionais. 

Alfredo graduou-se na Escola Superior de Agricultura de Lavras (Esal) em 1961. Concluiu o mestrado, em 1975, e o PhD, em 1977, pela Universidade Estadual da Carolina do Norte, nos Estados Unidos.

Professor de Fertilidade e Manejo de Solos dos Trópicos na Universidade Federal de Lavras (Ufla) desde 1962, foi autor de nove livros, 86 trabalhos científicos publicados no Brasil e no exterior. Ele realizou, nos anos de 1970, o estudo pioneiro em solos do Cerrado brasileiro, que permitiu o aumento da produção agrícola, sendo considerada uma das maiores conquistas agrícolas do século 20.

O professor emérito da Ufla, Alfredo, faleceu no sábado, dia 23, aos 82 anos. O Conselho se solidariza com a sua família.