Pesquisar no site...

Uma cidade inteligente e sustentável demanda investimentos, afirmou a geógrafa Grazielle Carvalho. Este foi um dos temas discutido no segundo dia do Seminário Engenharia, Conexões e Desenvolvimento, realizado na Vinícola Casa Geraldo, em Andradas. (Confira como foi o primeiro dia do evento). Em sua palestra, Grazielle destacou que para se fazer uma cidade inteligente é necessário ter um planejamento que contemple transporte público, saneamento, geração de energia, educação, e supere dois desafios. "O primeiro é vencer o orgulho da nossa classe política, que não tem o hábito de dar continuidade aos projetos ao longo do tempo. O segundo é a vaidade da classe profissional, que muitas vezes se coloca em uma posição de que já sabe tudo e não se abre para novas possibilidades", ressaltou.

A mobilidade urbana, um dos aspetos de destaque numa cidade inteligente, foi o assunto tratado pela geógrafa Nádia Sudário. Para ela, a mobilidade urbana deve integrar os diferentes modais de transporte e promover a melhoria da acessibilidade e tráfego de pessoas e cargas nos municípios. A legislação prevê que munípios com mais de 20 mil habitantes devem elaborar seus Planos de Mobilidade Urbana até abril de 2021. No entanto, Nádia alerta que "a eficiência e eficácia destes planos só serão uma realidade quando todos se sentirem responsáveis e pertencentes ao processo de gestão deste território", salientou. Ela ressaltou ainda que, embora municípios com menos de 20 mil habitantes não precisem, por lei, elaborar planos de mobilidade, "o direito de ir e vir, especialmente de pessoas com mobilidade reduzida, também deve ser garantido nessas pequenas cidades".

O seminário, ocorrido no dia 06 de fevereiro de 2020, contou com a participação do prefeito Rodrigo Lopes; do vice-prefeito João Luiz Magalhães Teixeira; dos presidentes da Associação Mineira dos Municípios (AMM), Julvan Lacerda; e do Crea-MG, Lucio Borges, que agradeceu pela receptividade e avaliou positivamente os eventos. "Fomos muito bem recebidos. Estamos vendo a força que as nossas profissões têm aqui nesta região. Foi muito bom estar aqui, discutir e participar de toda programação", enfatizou.

Seminario 2 Nadia