Pesquisar no site...

Fiscalização foi o principal assunto da reunião promovida pelo Crea-MG com os profissionais da cidade de Patos de Minas. O encontro ocorreu na inspetoria do município, no dia 14 de janeiro de 2020, e contou com a participação do presidente do Conselho, engenheiro civil Lucio Borges.

Na oportunidade, Lucio Borges falou para os profissionais que cerca de 70% das autuações do Conselho são provenientes de empresas irregulares e por falta de profissional habilitado para atividade técnica. “A fiscalização do Crea tem feito um trabalho muito importante. Para melhorar ainda mais, desenvolvemos o aplicativo que permite os cidadãos denunciarem irregularidades. Nosso objetivo é ampliar as ações, impedindo a atuação de pessoas inabilitadas para proteção da sociedade”, frisou.

Segundo o inspetor-chefe de Patos de Minas, engenheiro civil Caio César Gonçalves, a realização da reunião do Crea-MG no interior é importante para consolidar a relação com os profissionais e esclarecer suas dúvidas. “Este encontro foi muito proveitoso. Tivemos boa participação de engenheiros civis e especialmente de agrônomos, já que esta região tem grande vocação para o agronegócio. Esta iniciativa do Crea é essencial para o fortalecimento das nossas profissões”, informou.

Já o vice-presidente da recém-criada Associação Mineira das Assistências Técnicas e inspetor-tesoureiro do Crea-MG em Patos de Minas, engenheiro agrônomo Roberto Mendonça Mundim, destacou que o Crea pode contribuir com alguns projetos. "Vemos o Crea como um grande parceiro e que poderá nos auxiliar com a questão do cadastro ambiental rural e em outros projetos de agronegócio", ressaltou.