Pesquisar no site...

Prosseguindo as discussões sobre as atividades de engenharia no interior do estado, o presidente do Crea-MG, engenheiro civil Lucio Borges, reuniu-se com os profissionais da cidade. Os principais assuntos tratados foram mineração e valorização profissional. O encontrou ocorreu na sede da Inspetoria, no dia 13 de janeiro de 2020.

O inspetor-chefe, engenheiro agrônomo Elias Veloso, destacou que o Crea-MG faz fiscalizações regulares na cidade, especialmente em empresas de extração mineral, verificando o quadro técnico de funcionários, os contratos de prestadores de serviços e a presença dos responsáveis técnicos pelos projetos, construções, operação e monitoramento dos empreendimentos. “O Crea está exercendo muito bem o seu papel aqui em Arcos na fiscalização, combatendo a atuação de pessoas inabilitadas nas atividades de engenharia. Eu espero que continue dessa forma e que o Conselho cresça e se desenvolva mais”, ressaltou.

Para fiscalizar melhor os empreendimentos minerários, o Crea-MG investiu em 2019 na qualificação dos fiscais e no planejamento da Fiscalização Regional Dirigida (FRD) no segmento. “Realizamos treinamentos para todos fiscais do Crea com o intuito de aprimorar este tipo de fiscalização e ampliar nossa atuação no combate ao exercício ilegal das profissões para a proteção da sociedade”, ressaltou Lucio Borges.

A exploração minerária é uma das atividades que mais gera receita para Arcos. No município é feita a extração de pedra calcária, em que o calcário é fundamental para fazer a correção do solo e também para ser usado na fabricação do ferro-gusa.