Pesquisar no site...

No dia 19 de agosto de 2019, o presidente do Crea-MG, engenheiro civil Lucio Borges, recebeu na sede do Conselho, uma das fundadoras da Cooperativa de Trabalho de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Engecoop-MG) Maria Consuelita de Oliveira. 

Na oportunidade, Consuelita pediu o auxílio do Crea-MG na interlocução com a Associação Mineira de Municípios (AMM). A cooperativa tem desenvolvido um trabalho na gestão de resíduos sólidos de aterros sanitários e de antigos lixões que pode beneficiar municípios de todo estado. “O presidente Lucio é extremamente sensível a questões ambientais. A participação do Crea em projetos voltados para o meio ambiente, como a gestão de resíduos sólidos, faz todo sentido para contribuir para nosso estado", explicou.

O presidente Lucio Borges reforçou a necessidade de o Crea-MG atuar em consonância com os municípios. “O Conselho já assinou um protocolo de intenções com a AMM e estabeleceu termo de cooperação técnica com vários municípios no sentido de fortalecer a colaboração entre os órgãos para um relacionamento mais eficiente entre as partes e superação de seus desafios. Isso proporciona à sociedade, segurança, bem-estar humano e social e equilíbrio ambiental, e a Engecoop pode reforçar essa parceria", ressaltou.

Na oportunidade, Maria Consuelita ressaltou que a Engecoop-MG tem como um dos seus propósitos contratar serviços para seus cooperados, aproveitando a capacidade deles em cada área de atuação. Nos projetos ambientais, entre eles a gestão de resíduos sólidos,  a Engecoop tem, entre seus cooperados, profissionais altamente especializados que atuaram na SLU, qualificados para a atividade.

Também estiveram presentes na reunião, o vice-presidente da Engecoop-MG Paulo Henrique dos Santos e o gerente de Tratamento e Disposição Final dos Resíduos Sólidos de Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) Heuder Pascele Batista.