Pesquisar no site...

Cumprindo os objetivos estratégicos da gestão, especialmente em promover reuniões municipais, regionais e estaduais, com foco nas discussões de demandas locais que tenham interface com a engenharia, agronomia e geociências, o presidente do Crea-MG, engenheiro civil Lucio Borges esteve, no dia 27 de junho de 2019, em Ubá.   

O primeiro compromisso foi na Câmara de Vereadores, onde Lucio Borges discutiu com o presidente da Casa, vereador Jorge Gervásio, o Plano Diretor da cidade, que será revisto este ano. Também estava presente o presidente da subseção da OAB-MG de Ubá Thiago Barcelos.  

Na sequência, Lucio Borges foi à Faculdade Presidente Antônio Carlos de Ubá (Fupac), onde se encontrou com o diretor da instituição, Wágner Inácio Dias, e com o coordenador dos cursos de engenharia civil e de produção Israel Iasbik. Eles trataram de assuntos relativos à formação de novos profissionais, à necessidade do registro de cursos de engenharia no Conselho e celebração de parcerias. “A tendência é termos uma engenharia mais voltada para o mercado de trabalho e as faculdades celebrarem parcerias com empresas e indústrias. Temos vários profissionais que trabalham em indústrias do polo moveleiro de Ubá, graduados aqui na Fapuc, e diversos alunos de engenharia de produção que fazem estágio lá”, ressaltou. 

À tarde, a agenda foi na prefeitura de Ubá, onde o presidente do Crea e o prefeito, engenheiro agrônomo Edson Teixeira Filho conversaram sobre obras de engenharia do município, fiscalização e cooperação técnica entre o Conselho e a Prefeitura. “É muito importante essa aproximação com os municípios, pois ouvimos prefeitos, vereadores, lideranças locais, profissionais e entendemos a realidade de cada lugar. Com isso, trabalhamos mais alinhados para o fortalecimento da engenharia e a valorização profissional”, afirmou Lucio Borges. 

Após o encontro na prefeitura, foi realizada uma reunião com os profissionais na inspetoria. Os assuntos abordados foram ações de fiscalização, mercado de trabalho, valorização das profissões, controle e transparência na utilização dos recursos do Conselho. Para o inspetor-chefe de Ubá, engenheiro de produção Isaías Simeão, a vinda do presidente do Crea-MG à cidade é muito importante para os profissionais. “O interior tem a força da engenharia e não só a capital e o presidente tem reconhecido isso, fomentando as parcerias para o crescimento da cidade, que não ocorre sem a participação efetiva da engenharia", ressaltou.

 

Inspetoria Uba