Pesquisar no site...

Durante a reunião realizada entre o presidente do Crea-MG, engenheiro civil Lucio Borges, e os engenheiros mecânicos Cícero Murta Diniz Starling e Luiz Machado, diretor e vice-diretor da Escola de Engenharia da UFMG, em 3 de junho de 2019, o aniversário da Escola foi um dos temas em pauta. 

O diretor Cícero destacou que, a solenidade realizada em 18 de maio, em comemoração aos 108 da Escola, foi uma oportunidade para “destacar as relevantes contribuições da Escola de Engenharia e da UFMG para a construção de um país mais desenvolvido e com menos desigualdades, oferecendo melhores condições de vida para os brasileiros”.

A criação da Escola de Engenharia está diretamente relacionada ao nascimento de Belo Horizonte. A nova capital de Minas Gerais, inaugurada em 1897, também trouxe da antiga capital, Ouro Preto, a demanda pela criação de instituições de ensino. No dia 21 de maio de 1911, o prédio da Sociedade Mineira de Agricultura foi o palco de um encontro que definiria os rumos da formação acadêmica dos engenheiros em Minas Gerais e no Brasil. Coube ao secretário de Agricultura do Estado, o advogado José Gonçalves de Souza, presidir a reunião que fundou a Escola de Engenharia. Além do presidente, a reunião possuía outros 14 profissionais, em sua maioria engenheiros formados na Escola de Minas de Ouro Preto. Nessa reunião foi fundada a Escola Livre de Engenharia de Belo Horizonte, sendo José Gonçalves de Souza o seu primeiro diretor. A primeira Congregação da Escola Livre de Engenharia foi constituída por seus 15 fundadores, dentre eles, o engenheiro de minas Lourenço Baêta Neves, primeiro presidente do Crea-MG.

Luiz Machado, vice-diretor da Escola, contou que as turmas de 1959, 1969 e 1994 foram homenageadas e que toda a cerimônia foi gravada e está disponível no YouTube (clique aqui para assistir - https://www.youtube.com/watch?v=PFVi1YR8x1c)