Pesquisar no site...

No dia 3 de junho de 2019, o presidente do Crea-MG, engenheiro civil Lucio Borges, esteve na UFMG para duas reuniões. A primeira delas, com os engenheiros mecânicos Cícero Murta Diniz Starling e Luiz Machado, diretor e vice-diretor da Escola de Engenharia. A seguinte, com o vice-reitor da UFMG, engenheiro eletricista Alessandro Fernandes Moreira.

Na reunião com a Diretoria da Escola de Engenharia foi tratada a demanda do registro/recadastramento dos seus cursos de graduação e de pós-graduação e procedimentos necessários para a concessão de atribuição profissional, além de questões associadas à representação da Escola junto ao Plenário do Crea.

Lucio, que é ex-aluno da Escola, falou sobre o trabalho que o Crea tem realizado junto às instituições de ensino e destacou o interesse de fortalecer a relação com a UFMG. “Temos todo interesse em trabalhar em parceria. Formei aqui e é a maior escola de engenharia do estado. Temos que estar alinhados”, enfatizou Lucio.

A Escola de Engenharia da UFMG, atualmente mantém 11 diferentes cursos de graduação, com um total de 505 vagas por semestre, além de 11 programas de pós-graduação em nível de mestrado ou doutorado e vários cursos de especialização, com cerca de 7 mil alunos de graduação e pós-graduação. Desde a sua fundação em 1911, a Escola já formou mais de 27 mil engenheiros, 5.800 mestres e doutores e 4 mil especialistas. “Nós desenvolvemos atividades de pesquisa e desenvolvimento voltadas à inovação tecnológica em diferentes áreas da Engenharia, produzindo aproximadamente 20% das patentes desenvolvidas na UFMG, também sempre tendo como uma de suas metas o empoderamento do ensino de graduação, tornando-o mais inovador e empreendedor”, ressaltou o diretor Cícero.

Depois da agenda na Escola de Engenharia, Lucio, que estava acompanhado do chefe de gabinete, engenheiro civil Marcos Gervásio e do assessor da presidência, engenheiro metalurgista Elder Gomes dos Reis, também ex-alunos da Escola, percorreu o prédio e os seus vários departamentos para conversar com professores, muitos dos quais, contemporâneos de graduação e ex-professores.

Na sequência, ocorreu a reunião com o vice-reitor Alessandro Fernandes Moreira, que já foi diretor da Escola de Engenharia e também coordenador do Colégio de Instituições do Crea-MG. O vice-reitor destacou a importância de trabalhar em sintonia com o Conselho. “Quando assumimos a Escola de Engenharia, percebemos o quanto ela estava distante do Crea e começamos a construir uma relação. Sempre falo que o Crea-MG é fundamental para nossa vida como engenheiros”, afirmou.

Na reunião, além de sugerir uma agenda no Instituto de Ciências Agrárias, Campus Montes Claros da UFMG, Alessandro reforçou a necessidade de alguma ação do Crea, em parceria com a Escola, para emitir o registro provisório dos formandos de forma mais ágil.

Confira as fotos.