Pesquisar...

Seis conselheiros do Grupo de Trabalho (GT) de Barragens do Crea-MG estiveram, no dia 26 de abril de 2019, na área afetada pelo desastre do rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho. Acompanhados por uma equipe da Vale, os conselheiros Antônio Iatesta, João Eustáquio Beraldo Teixeira, João Augusto Hilário de Souza, Hélio Nonato de Oliveira, Nelson Benedito Franco, e Dorivaldo Damacena, foram aos locais afetados pela lama. Os conselheiros também compareceram aos locais onde funcionavam o centro administrativo, o refeitório da empresa, a pousada Nova Estância e às imediações de onde havia um pilar da linha férrea instalado sobre o córrego do Feijão.

A visita técnica é parte do plano de trabalho do GT, que tem como objetivo acompanhar operacionalização e padronização de procedimentos para verificação e fiscalização do exercício profissional no desempenho de atividades relativas a barragens, conforme recomendação existente na Resolução 01, de 2019, do Conselho Ministerial de Supervisão de Respostas da Desastres, da Casa Civil, da Presidência da República do Brasil. “A visita já estava prevista desde a criação do GT, e marca o início de uma série de visitas a outras barragens de risco. Em Brumadinho, pudemos ter uma visão mais ampliada sobre o ocorrido e trouxemos novas discussões para o Grupo de Trabalho”, ressalta o coordenador do GT, João Augusto Hilário de Souza.

 

GT Barragens