Pesquisar no site...

No dia 21 de março de 2019, o coordenador do projeto do Centro Internacional de Reciclagem Automotiva (Cira), do Cefet-MG, professor de engenharia mecânica Daniel Enrique de Castro, reuniu-se com o presidente do Crea-MG, engenheiro civil Lucio Borges, na sede do Conselho. O encontro teve o objetivo de divulgar as ações realizadas no Cira, propondo o trabalho conjunto do Centro com o Crea. “O Cira é um projeto muito importante para a engenharia e para o meio ambiente. Estamos dialogando com o Centro para apoiarmos o trabalho que tem sido realizado”, afirma o presidente do Crea-MG, engenheiro civil Lucio Borges.

A finalidade do projeto, que reúne alunos dos cursos de engenharia de materiais, mecânica e ambiental do Cefet-MG, é desenvolver técnicas para reaproveitamento e reciclagem de automóveis, dando destinações corretas para peças e resíduos. Coordenado pela Diretoria de Extensão e Desenvolvimento Comunitário do Cefet-MG, trata-se do primeiro centro de reciclagem de veículos de alta tecnologia na América Latina.

Segundo o coordenador do Centro, professor Daniel Enrique Castro, o Cira recebe veículos de montadoras e empresas, sendo hoje uma necessidade do país. Ele afirma que os procedimentos de reciclagem já são utilizados com sucesso no exterior. “O Japão é a nossa referência. Lá, menos de 5% do veículo, em peso, é descartado. Os japoneses conseguem reaproveitar 95%. Eles estão trabalhando há 20 anos para conseguir esse grau de aproveitamento. Vamos trabalhar também para chegar ao máximo do reaproveitamento”, explica Daniel.

Na reunião, também esteve presente o conselheiro do Escritório de Projetos Regionais de Santa Rita do Sapucaí, Edgar Lucárceres. Para ele, o Cira tem potencial para gerar novas oportunidades de trabalho para a engenharia. “Temos uma tecnologia moderna que transforma prejuízos e desperdícios em riquezas e empregos. Isso implica engenharia, do primeiro passo até o último”, destaca Edgar.

Cira

O projeto do Centro Internacional de Reciclagem Automotiva (Cira) foi inaugurado em 2014, em parceria com a Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jica) e a empresa japonesa Kaiho Sangyo. Além de contribuir para o desenvolvimento sustentável, a iniciativa visa contribuir para a formação dos estudantes do Cefet-MG e realizar treinamentos para a comunidade externa, realizando a reciclagem completa de automóveis, com tecnologia avançada e rastreabilidade de todos os materiais e peças recuperadas dos veículos.