Pesquisar...

O Crea-MG recebeu, na manhã do dia 19 de março de 2019, representantes do Banco do Brasil e da Emater para tratar de assuntos relacionados ao Manual de Crédito Rural. Na oportunidade, a Emater solicitou apoio do Conselho para ampliação do teto para atuação dos técnicos agrícolas em projetos de financiamento de de crédito rural, além de exigência de responsável técnico em todas as operações financiadas com recursos específicos para esse fim. 

O presidente do Crea-MG, engenheiro civil Lucio Borges, reafirmou a parceira com a Emater. “O Crea está ao lado da Emater para valorizar as nossas profissões em defesa da sociedade. A Emater cumpre um papel muito importante junto ao produtor rural, garantindo a sustentabilidade e o manejo adequado”, reforçou Lucio.

O diretor Administrativo e Financeiro da Emater, Leonardo Brumana Kalil, explicou que o apoio do Crea às demandas feitas ao Banco do Brasil reforça a necessidade de se revisar algumas regras e acelerar a análise dos projetos de financiamento. Ideia compartilhada pelo coordenador estadual da Emater, Roberval Andrade, que destacou que outras instituições financeiras estão ganhando força. “O Banco do Brasil é nosso parceiro preferencial, mas hoje 25% dos financiamentos migraram para o Banco do Nordeste, em razão de os projetos serem aprovados com mais agilidade”, disse Roberval.

Para o superintendente do Banco do Brasil em Minas Gerais, Ronaldo Oliveira, o Banco está de portas abertas para discutir melhorias nos processos. “No entanto, em termos de mercado, é ótimo que outros bancos estejam oferecendo financiamento, pois assim,podemos atender um maior número de produtores”, enfatizou.

Também participaram da reunião, o  gerente regional da Emater de Uberaba, Gustavo Laterza de Deus; o gerente do departamento técnico da Emater, Dirceu Alves Ferreira; o superintendente de Atendimento e Fiscalização do Crea-MG, Humberto Falcão; e o gerente de Mercado do Banco do Brasil Thiago Raitz Laus.