Pesquisar no site...

Durante os dias 27 e 28 de fevereiro de 2019, representantes dos colégios estaduais de Entidades (CEE), de Inspetores (CEI) e de Instituições de Ensino (CIE) participaram de reunião na sede do Conselho. No primeiro dia, do encontro eles tiveram a oportunidade de ouvir o presidente Lucio Borges, os diretores e os superintendentes. Houve apresentação do Balanço de 2018, além de espaço aberto para diálogo e integração.

Na manhã do segundo dia, a pauta da reunião do CEI incluiu apresentação do assessor da presidência Marcos Túlio de Melo, sobre a mobilização para o próximo Colégio Nacional de Profissionais (CNP), que será realizado este ano. A preparação inclui o Congresso Estadual de Profissionais, com reuniões nas inspetorias e regionais. Marcos Túlio explicou que os inspetores serão peça fundamental nessa articulação para que Minas leve uma pauta bem fundamentada para o CNP. 

O superintendente de Relações Institucionais, engenheiro civil Jean Marcus Ribeiro, falou sobre um novo modelo que está sendo proposto pelo Conselho para o funcionamento das inspetorias. O projeto visa reformular os normativos que regem as inspetorias, criando a figura do inspetor-municipal, que será ligado aos escritórios e inspetorias. Ele será o representante do Crea no município e servirá de referência para apoiar a atividade fim do Conselho. “O objetivo do projeto é fortalecer a engenharia em todas as cidades mineiras”, ressaltou Jean. 

Depois das apresentações, os inspetores se reuniram com os supervisores das sete regiões administrativas de cada região. Organizados em Grupos de Trabalho, eles discutiram o balanço de atendimentos e fiscalizações de 2018, a atuação conjunta das associações e entidades de classe com as inspetorias e formularam as estratégias para 2019. Em conjunto com os supervisores das regiões, os inspetores destacaram os avanços do ano anterior com relação às blitze que tem acontecido nos municípios do interior. 

Dando sequência à programação, houve apresentação da Câmara de Mediação e Arbitragem (CMA) do Crea-MG, conduzida pelos engenheiros civis Robert Farrer e Luis Carlos Pimenta, presidente e vice-presidente da CMA, respectivamente. Na oportunidade, os inspetores puderam conhecer o alcance dos trabalhos da CMA, que busca mediar e arbitrar conflitos em atividades das áreas abrangidas pelo Sistema Confea/Crea. “A ideia é incluir inspetores e outros representantes do Conselho para que sejam elementos atuantes nas suas regiões mostrando as vantagens da CMA para todos”, afirmou Luis Pimenta.

Em seguida, a inspetora-chefe de Belo Horizonte, engenheira civil Júnia Neves, apresentou a Cooperativa de Trabalho de Engenharia e Agronomia (Engecoop-MG), fundada em 2017, que executa diversos tipos de serviços de Engenharia e Agronomia para a população e órgãos públicos. “A Engecoop foi pensada como um projeto para valorizar e distribuir oportunidades para os engenheiros, tanto para os já formados quanto para os que estão chegando agora no mercado de trabalho”, explicou Júnia, que pediu apoio aos inspetores para a divulgação do projeto em âmbito estadual.

A Gerência de Comunicação e Publicidade do Crea-MG mostrou os resultados do ano de 2018 e ressaltou a importância dos inspetores pedirem apoio para divulgar as ações do Conselho, tanto a nível interno quanto externo. Depois, o Crea-MG Júnior se apresentou, com a  coordenadora nacional dos Crea Juniores e presidente do Crea-MG Júnior, Thainá Prando Basto, pedindo uma maior aproximação dos núcleos regionais com as inspetorias, a fim de trocas de contato e experiências.

Eleições

Após as apresentações, ocorreram as eleições para coordenadores do Colégio Estadual de Inspetores. O inspetor-chefe de Curvelo, Henrique Galvão, foi escolhido coordenador estadual. " A nossa plataforma é manter um diálogo mais constante e mais íntimo entre a Presidência e as Inspetorias. Nós queremos ter esse contanto mais intenso no cotidiano do Crea, coisa que o presidente já vem fazendo e vem sendo um marco na administração do Crea”, afirmou Henrique.

Confira a lista dos eleitos:

Coordenador Estadual:inspetor-chefe de Curvelo Henrique de Freitas Galvão

Adjunto: inspetora-chefe de Pirapora Patrícia Aparecida Caxito

Coordenador da Regional Centro-Oeste: inspetor-chefe de Oliveira Sandro Maurício Santos

Adjunto: inspetor-chefe de Itaúna Afonso Henrique da Silva Lima

Coordenador da Regional Centro-Sul: inspetor-chefe de Varginha Adimar Rezende Lages

Adjunto: inspetor-chefe de Três Corações Marcos Penha de Oliveira

Coordenadora da Regional Metropolitana: inspetora-chefe de Belo Horizonte Júnia Neves

Adjunta: inspetora-chefe de Ouro Branco Cibele Marotta de Azevedo

Coordenador da Regional Nordeste: inspetor-chefe de Teófilo Otoni Ulisses Guimarães

Adjunto: Antônio Tadeu de Menezes Ferreira

Coordenador da Regional Noroeste: inspetor-chefe de João Pinheiro Flávio Rios Oliveira

Adjunto: Caio César Gonçalves

Coordenador da Regional Norte: inspetor-chefe de Januária Daniel Fraga de Carvalho

Adjunto: inspetor-chefe de Montes Claros Luiz Aroldo Oliveira Almeida

Coordenador da Regional Rio Grande: inspetor-chefe de Frutal Altair José Petrachi

Adjunto: inspetor-chefe de Uberaba Cláudio Antônio de Oliveira

Coordenador da Regional Sudeste: inspetor-chefe de São João Del Rei Fábio Luís de Oliveira e Silva

Adjunto: Isaías Simeão

Coordenador da Regional Sul: inspetor-chefe de Poços de Caldas José Maria de Assis

Adjunto: Jerry Luciano de Pontes Junior

Coordenador da Regional Triângulo: inspetor-chefe de Araguari José Eurípedes dos Santos

Adjunto: inspetor-chefe de Uberlândia Michel Sinclair Rodrigues

Coordenador da Regional Vale do Aço: inspetor-chefe de João Monlevade Tales Augusto Dias e Santiago

Confira as fotos