Pesquisar no site...

Não são de competência legal do CREA, serviços relacionados a uso e ocupação do solo, código de posturas, regularização de imóveis, alvarás de construção, interdição de obras, entre outros, que devem ser tratados diretamente nas prefeituras municipais. Assuntos relacionados a áreas de risco cabem à Defesa Civil.

Atividades relacionadas a negociações salariais, acordos coletivos de trabalho, defesa de direitos específicos de funcionários e temas afins cabem aos sindicatos e não são tratados pelo CREA.

E eventos vinculados a interesses de modalidades próprias são tratados pelas entidades de classe, que podem, assim como os sindicatos, manter representantes no CREA como conselheiros.