Pesquisar no site...

O Crea-MG tem buscado apoio de parlamentares mineiros contra a PEC-108, que  acaba com a obrigatoriedade da inscrição dos profissionais nos conselhos e transforma a sua natureza jurídica de públicos para privados, o que pode inviabilizar uma de suas principais atividades finalísticas, que é a fiscalização.

Com o objetivo de ampliar a mobilização, representantes do Crea-MG se reuniram, no dia 7 de outubro de 2019, com o deputado federal Domingos Sávio, em Divinópolis. Dois dias após a reunião, o parlamentar fez um pronunciamento na Câmara dos Deputados contra a PEC-108. Assista  aqui o vídeo. 

Seminário, reuniões plenária, de diretoria e de câmaras. A série de ações realizadas de 02 a 04 de outubro, em Sete Lagoas, aproximou ainda mais o Crea-MG dos profissionais e da sociedade. Esta é a segunda vez, este ano, que o Conselho transfere suas atividades para o interior. A primeira ocorreu, em junho, em Uberaba.

Os  alunos e professores do Centro Universitário de Sete Lagoas (Unifemm) assistiram ao seminário “Engenharia e Novos Mercados”, que abordou inovações tecnológicas aliadas à engenharia, oportunidades e atuação dos profissionais no século XXI.

Na oportunidade, ocorreu a reunião de diretoria do Crea-MG, que contou com participação do reitor do Centro Universitário de Sete Lagoas (Unifemm), engenheiro agrônomo Antônio Fernandino de Castro Bahia, e das coordenadoras dos cursos de engenharia Denise Silva e Janine Gonçalves. “A melhor forma de valorização das profissões é formarmos bons profissionais que tenham não só competência técnica, mas também valores que os habilitem a exercer sua atividade com ética, responsabilidade e senso do que é assinar uma Anotação de Responsabilidade Técnica”, avaliou o reitor.

Para discutir, propor e acompanhar as ações em prol da valorização profissional, o presidente do Crea- MG, engenheiro civil Lucio Borges, visitou a Universidade de São João Del Rei, campus Sete Lagoas, e a Unifemm, onde ocorreram as reuniões das Câmaras Especializadas do Crea-MG e foi exibido o painel “A atuação dos engenheiros e engenheiras no século XXI”. A coordenadora Denise Silva destacou que a apresentação feita pelo Crea-MG no Centro Universitário trouxe importantes informações para os alunos e professores. “Muitas vezes a instituição não tem o conhecimento necessário de como o Crea concede as atribuições aos futuros profissionais”, destacou Denise.

Plenária

Conselheiros, diretores do Crea-MG e inspetores do Conselho em Sete Lagoas participaram da plenária no auditório da Unifemm. A reunião também foi prestigiada pelo reitor da faculdade e pelo prefeito do município Duílio de Castro. “O Crea é o nosso parceiro aqui em Sete Lagoas na fiscalização. Nas nossas comissões temáticas e grupos de trabalho [da prefeitura], temos 80% de participação de representantes do Conselho que estão nos dando uma grande contribuição na construção civil e em outras áreas”, ressaltou Duílio. 

O presidente Lucio Borges avaliou que as atividades desenvolvidas em Sete Lagoas tiveram resultados positivos e afirmou que no ano que vem serão realizadas duas novas plenárias no interior, uma em cada semestre. “Essas reuniões são importantes para aproximarmos mais dos profissionais e da sociedade, a fim de que possam conhecer as atividades do Crea, os conselheiros e o plenário, que é o nosso órgão máximo deliberativo”,  enfatizou.

 
Plenaria Sete Lagoas

O Crea-MG tem buscado apoio de parlamentares mineiros contra a PEC-108, que  acaba com a obrigatoriedade da inscrição dos profissionais nos conselhos profissionais e transforma a sua natureza jurídica de públicos para privados, o que pode inviabilizar uma de suas principais atividades finalísticas, que é a fiscalização. A mobilização já conta, inclusive, com uma Frente Parlamentar em Defesa dos Conselhos Profissionais, na Câmara Federal.

Com o objetivo de ampliar a mobilização, representantes do Crea-MG se reuniram, no dia 7 de outubro de 2019, com o deputado federal Domingos Sávio, em Divinópolis. Segundo o diretor de Planejamento, Gestão e Tecnologia do Crea-MG, engenheiro mecânico Francis Saldanha, o parlamentar, que já tinha conhecimento da PEC e havia sido procurado por representante do Conselho Regional de Medicina Veterinária, no qual é registrado, fará um pronunciamento contra a PEC-108 no plenário da Câmara dos Deputados. Ele pretende participar do lançamento da Frente em Defesa dos Conselhos na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, em 21 de outubro, em Belo Horizonte. “O deputado entende o papel dos Conselhos e a importância deles para a sociedade, por isso está conosco nesse movimento”, afirmou Francis.

 

bannerdomingossavio1

Da esquerda para a direita: Conselheiro fiscal do Clube de Engenharia de Divinópolis (CED), engenheiro civil André Martins; presidente da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Pará de Minas (Aeapam), engenheiro mecânico Ildes Pacheco; representante do Observatório Social de Pará de Minas, Carlos Antônio Barroca; inspetor-chefe de Divinópolis, engenheiro civil José Hugo Rodrigues; deputado federal Domingos Sávio; presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Centro-Oeste de Minas (Sinduscon-CO), engenheiro civil Eduardo Soares; diretor de Planejamento, Gestão e Tecnologia do Crea-MG, engenheiro mecânico Francis Saldanha; sócio-fundador do CED, engenheiro civil Rubens Tavares; diretor-tesoureiro da Area – Associação de Profissionais de Itaúna, engenheiro agrimensor Severino Alves de Oliveira; assessor da Presidência, engenheiro de minas José Tarcísio Taixeta; presidente do CED, engenheiro civil Luiz Paulo da Silva Mendes.

 

 

 

 

 

 

 

 

A Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Vale do Aço (ARMVA), autarquia do Governo do Estado de Minas Gerais, vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), realiza nos dias 20, 21 e 22 de novembro de 2019, a 5ª Conferência Metropolitana da RMVA. 
 
O evento possui objetivo de discutir o desenvolvimento econômico da Região Metropolitana e será realizado no Centro Universitário do Leste de Minas Gerais (Unileste), em Ipatinga, onde serão apresentados painéis com os seguintes assuntos "Turismo como oportunidade de Desenvolvimento";  "Políticas ativas de atração de investimentos"; e "Empreendedorismo no Vale do Aço". Na ocasião, serão realizadas as eleições de conselheiro metropolitano e delegados representantes da sociedade civil.
 
Cliqui aqui para acessar a programação do evento. Em breve serão divulgadas as formas de inscrição. 

Para fortalecer as fiscalizações no agronegócio, o Crea-MG renovou o termo de mútua cooperação técnica com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG). A assinatura foi formalizada, no dia 07 de outubro de 2019, em reunião entre o presidente do Conselho, engenheiro civil Lucio Borges, e o diretor-presidente da Emater-MG, engenheiro agrônomo Gustavo Laterza de Deus.

A renovação do termo entre as duas instituições é mais uma ação para fomentar a troca de informações, além de promover a valorização profissional do corpo técnico das duas instituições. “Queremos continuar com essa parceria histórica, já que com ela podemos ampliar e focalizar nossa fiscalização e também participar de eventos que nos aproximem dos profissionais”, ressaltou Lucio.

O termo, que tem validade de sessenta meses a partir da data de assinatura, propõe o fornecimento de dados e de materiais informativos. Segundo Gustavo Laterza, a assinatura é importante para a realização das atividades-fim do Sistema e da Emater. “Estamos muito felizes por ter essa parceria com o Crea, que é a casa dos engenheiros. A renovação [do termo de mútua cooperação] visa compartilhar informações e ter um apoio técnico no que se refere ao setor agropecuário”, destacou Gustavo.

O Crea-MG tem firmado termos de mútua cooperação técnica com diversas prefeituras e outros órgãos públicos, visando o aprimoramento dos trabalhos, a fim de proporcionar à sociedade segurança, bem-estar humano e social e equilíbrio ambiental. A iniciativa busca fortalecer mais as ações de fiscalização do Conselho.

Também participaram da reunião, o superintendente de Fiscalização e Atendimento do Crea-MG, engenheiro agrônomo Humberto Falcão; o diretor técnico da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural, Feliciano Nogueira de Oliveira e o coordenador técnico da Emater, engenheiro agrônomo Roberval Juarês de Andrade.