Pesquisar no site...

A construção civil voltou a registrar em 2019 resultados positivos, depois de cinco anos de queda. A perspectiva é que o setor encerre o ano com alta de 2,0% em seu Produto Interno Bruto (PIB), na comparação com 2018. Os dados foram apresentados pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG). Para 2020, a projeção é de uma alta de 3% para o setor da construção civil, segundo levantamento da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Para discutir o cenário do setor, os presidentes do Crea-MG, Lucio Borges, e da construtora PHV, Paulo Henrique Vasconcelos, ambos engenheiros civis, reuniram-se no dia 12 de dezembro, na sede da empresa, em Belo Horizonte. Na ocasião, o presidente Lucio Borges destacou a importância da engenharia para o reaquecimento do mercado. “Para que nosso país retome o crescimento, a solução é a engenharia. Temos conversado e trocado experiências com empresários e profissionais do Sistema, a fim de intensificar nossas relações e apontar alternativas em prol da valorização das nossas profissões”, ressaltou.

Também participou da reunião a gerente de Apoio aos Colégios do Crea-MG, Maria Cristina da Silva.

Lucio e PHV