Pesquisar no site...

Nos dias 26 e 27 de agosto de 2019, o Crea-MG realizou uma blitz de fiscalização na cidade de São Gotardo. A equipe formada por seis fiscais do Conselho também percorreu as cidades de Carmo do Paranaíba, Tiros, Matutina, Rio Paranaíba, Arapuá e Santa Rosa. Na fiscalização foram verificadas a regularidade em 11 empresas e 124 obras de construção civil, onde foram expedidas 68 autuações.

O principal objetivo da blitz é verificar a atuação de profissionais habilitados nos serviços de engenharia, agronomia e geociências, assim como a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART). Segundo o inspetor-chefe do Crea-MG em São Gotardo, Agnaldo Quintino, a “fiscalização protege a sociedade da atuação profissional irregular, trazendo segurança na condução das obras”, afirma.

Iniciadas no ano passado, as blitze se caracterizam por serem ações concentradas, em local e duração, e mais ágeis, por contarem com um maior número de fiscais. Segundo o gerente de Fiscalização, engenheiro eletricista Nicolau Neder, elas reforçam as fiscalizações de rotina do Conselho. “As blitze mostram resultados extremamente eficazes na identificação de irregularidades, o que nos possibilita atuar para evitar que atividades da engenharia sejam executadas por profissional inabilitado”, afirma Nicolau.

Balanço

No primeiro semestre de 2019, foram realizadas 29 blitze em todas as regiões do estado, com um total de mais de 4 mil ações de fiscalização entre obras, empresas, contratos, quadro técnico e crédito rural. A fiscalização do Conselho é focada no exercício profissional da engenharia, agronomia, geologia, geografia e meteorologia, conforme prevê a Lei Federal 5.194/1966.