Pesquisar...

O presidente do Crea-MG, engenheiro civil Lucio Borges, recebeu, no dia 05 de abril de 2019, o secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas Marco Aurélio de Barcelos Silva, na sede do Conselho. O objetivo da reunião foi estabelecer uma parceria para troca de dados e informações entre as instituições.

Segundo Marco Aurélio, a Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop) quer criar uma plataforma georreferenciada para o gerenciamento de obras públicas em Minas Gerais. “Com essa parceria podemos fazer com que a Setop e o Crea possam compartilhar aquilo que tem de mais valioso, que são as informações. Queremos estruturar, compilar e tratar de maneira inteligente essas informações para que possamos diagnosticar e ter dados atualizados das obras que temos no estado. Com isso ganham as instituições e a sociedade”, destacou.

Na oportunidade, o presidente Lucio Borges destacou que com o georreferenciamento, obras com endereço de difícil acesso poderão ser mapeadas e localizadas com mais facilidade. “Nosso objetivo é ter uma interação contínua entre o Crea e a Setop. Por um lado, o Conselho terá acesso às informações sobre obras em diversos municípios, principalmente nos lugares mais distantes do estado. E por outro, fornecerá à secretaria dados sobre os responsáveis técnicos”, explicou.

Outro ponto discutido na reunião foi a intenção da Setop em promover cursos de capacitação de orçamentação de obras públicas e de fiscalização, com o objetivo de treinar gestores públicos, entre eles servidores da Setop, do DEER-MG e técnicos em engenharia de demais órgãos estaduais que lidam diretamente com gestão de projetos e obras públicas. O secretário completou que o Crea poderia ser um dos apoiadores dos cursos.    

Além do presidente do Crea e do secretário da Setop, participaram da agenda o advogado Breno Longeobucco, o engenheiro civil Matheus Novais, o administrador público João Maciel. Do Crea-MG, estavam o chefe de gabinete Marcos Gervásio, o superintendente de Relações Institucionais Jean Marcus Ribeiro e o procurador-geral Rubens Jardim.

 

Crea e Setop MG

 

Confira as fotos