Pesquisar...

Palestras, dinâmicas motivacionais, exames oculares gratuitos foram alguma das atividades da Semana Interna de Prevenção de Acidentes (Sipat), que ocorreu entre os dias 23 a 27 de abril de 2018, no Crea-Minas. 

Segundo o presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa), Cássio Rodrigues, o objetivo da Sipat é conscientizar os funcionários sobre os  cuidados com a segurança no trabalho. “Nossa intenção é orientar e alertar os funcionários sobre os possíveis riscos com os acidentes e doenças ocupacionais, a fim de preservar a saúde de todos”, destacou. 

No primeiro dia, foram ministradas palestras sobre direção defensiva e depressão. O policial rodoviário federal Reinaldo Costa alertou os funcionários do Conselho sobre os cuidados com o uso do celular no trânsito, com excesso de velocidade e com o cinto de segurança. Ele também mostrou vídeos de acidentes de motoristas alcoolizados e advertiu sobre o perigo de misturar bebida alcoólica com direção. Em seguida, a enfermeira Juniar Veloso apresentou o tema depressão. Ela explicou os sintomas, as formas de tratamento e ressaltou que a doença é um dos principais fatores de afastamento de funcionários das empresas. 

No segundo dia, o médico oftalmologista Rodrigo Hofman palestrou sobre saúde ocular. Ele mostrou diversas doenças que afetam milhares de pessoas e os cuidados que devem ser tomados com a visão. Depois foi a vez da dentista Raíssa Andrade explicar sobre saúde bucal. Ela mostrou as técnicas corretas de escovação para manter os dentes saudáveis. 

Stress no ambiente de trabalho foi o tema do terceiro dia. A psicóloga Gilda Costa destacou quais são os sintomas e o tratamento para o transtorno. A palestra do quarto dia foi sobre o uso de drogas e álcool, ministrada pela enfermeira Juniar Veloso. E para fechar as atividades da semana, Firmo Magela ressaltou como prevenir os acidentes no trabalho e simulou com os funcionários uma situação de saída de emergência.

Para o coordenador da Câmara Especializada de Engenharia de Segurança do Trabalho (CEEST), engenheiro agrimensor e de segurança do trabalho José Raimundo Barnabé, os acidentes laborais só serão prevenidos se as responsabilidades forem compartilhadas entre o empregado e o empregador. “O funcionário também deve ficar atento às questões relacionadas ao local de trabalho e sugerir melhorias no ambiente para a segurança e o bem de todos os envolvidos, independente do cargo que ele tenha na organização”, enfatizou.