Pesquisar...

Participar da formulação e gestão de políticas públicas, defendendo interesses sociais e promovendo o desenvolvimento sustentável e a valorização profissional fazem parte da missão do Crea-Minas. Para tanto, o Crea-Minas participa de diversos Conselhos de Políticas Públicas em munícipios, no estado e na União. Em Paracatu, está presente no Conselho Central de Politicas de Segurança Pública (Centralseg), no Movimento Mais Paracatu e no Observatório Social.

O inspetor-chefe de Paracatu, engenheiro Valcir Queiroz, é diretor técnico de segurança do Centralseg. O Conselho apoia a Polícia Civil e Militar, o Corpo de Bombeiros e o Ministério Público, nas questões de segurança da cidade e foi reconhecido como de utilidade pública. “Isso mostra que o nosso trabalho está dando certo e que está trazendo bons resultados, o que nos deixa muito satisfeitos e motivados a continuar atuando em prol da segurança em nossa cidade”, comemora o inspetor.

Valcir considera esta participação fundamental para a valorização da engenharia. “Procuramos ajudar na resolução de problemas como, por exemplo, a manutenção de equipamentos de segurança, dando suporte para a realização de um trabalho mais efetivo”, explica.

Políticas públicas

Hoje, o Crea-Minas conta com mais de 200 representantes em grupos de trabalhos, comitês e conselhos, dedicados a temas como meio ambiente, politica urbana, saneamento, habitação, patrimônio cultural, mobilidade urbana, entre outros. Os profissionais indicados pelo Crea atuam de forma honorifica levando a contribuição da engenharia para a sociedade.

O representante institucional indicado pelo Crea-Minas para participar dos processos de tomada de decisão no âmbito de instâncias criadas pelo governo ou por outros atores políticos deve levar os valores definidos pela engenharia em todas as suas vertentes, influenciando no encaminhamento de demandas de interesse geral.

Foto: Ederlucio Melo de Wikimedia Commons