Pesquisar no site...

A primeira Reunião Ordinária dos Colégios Estaduais de Entidades (CEE) e de Inspetores (CEI) foi realizada nos dias 22 e 23 de março de 2018, na sede do Crea-Minas. No dia 22 houve posse dos inspetores para a gestão 2018/2020 (Posse dos Inspetores) No dia 23, as atividades  começaram com a apresentação dos gestores do Conselho pelo presidente engenheiro civil Lucio Borges, que destacou a importância dos profissionais do Sistema unirem forças para executarem os projetos. “O desenvolvimento de bons projetos só será possível com diálogo e trabalho articulado. Para conseguirmos grandes resultados, precisamos de um planejamento adequado e a contribuição de todos”, ressaltou o presidente.   
 
O diretor de Relações Institucionais, engenheiro civil e de segurança do trabalho Pedrinho da Mata, reforçou a necessidade dos inspetores realizarem um trabalho integrado com outros órgãos públicos. “Queremos um Crea para todos. Nossa função é fomentar a busca por parcerias com municípios, entidades públicas e o Ministério Público”, enfatizou. 
 
Após a abertura, o superintendente de Fiscalização e Atendimento do Crea-Minas, engenheiro agrônomo Humberto Falcão, apresentou a estrutura organizacional do Conselho. O diretor-presidente da Câmara de Mediação e Arbitragem (CMA/Crea-MG), engenheiro civil Clemenceau Chiabi e o engenheiro civil e de segurança do trabalho Luiz Pimenta explicaram o trabalho desenvolvido pela Câmara, ressaltando que a conciliação, a mediação e arbitragem se tornaram instrumentos eficazes e céleres para solução pacífica dos litígios. Já os benefícios e os serviços oferecidos pela Mútua - Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea foram descritos pelo supervisor Marcelo Naves. 
 
Previdência, cultura e comunicação
 
Os Colégios Estaduais de Entidades e de Inspetores participaram, em horários alternados, de palestra sobre planejamento previdenciário, ministrada pela advogada Ana Carolina Ianino e pela financista Sabrina Lima. Elas explicaram como é feita a avaliação do direito a algum benefício previdenciário (aposentadoria, pensão, provento por incapacidade) tanto no Regime Geral de Previdência Social (INSS) quanto no Regime Próprio (serviço público). Também esclareceram como são realizados os cálculos de contagem de tempo para aposentadoria, plano de investimento e previdência privada.
 
Houve também a apresentação do Programa de Comunicação do Crea-Minas com foco no uso das redes sociais pela  gerente Débora Sarmento, para o CEE, e a estagiária Thaís Henriques, para o CEI. Elas destacaram que o uso de mídias sociais terá grande potencial de atender às demandas de transparência e divulgação dentro do Crea-Minas.
 
Por sua vez, o diretor-presidente do Crea Cultural, engenheiro mecânico e eletricista Ederson Bustamante destacou os projetos desenvolvidos . “Os eventos culturais que levamos para as cidades de Minas Gerais fazem o papel de promover a cultura, o conhecimento científico e o patrimônio histórico do estado, sendo muito valorizado por todos que os usufruem”, afirmou Bustamante.
 
CEE debate Chamamento Público 2018
 
O superintendente de Relações Institucionais do Crea-Minas, engenheiro civil e de segurança do trabalho Marcos Gervásio, conduziu a  reunião específica do Colégio Estadual de Entidades e apresentou às entidades as diretrizes da gestão.
 
A Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos da Região de Alfenas (Asseara), a Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Pará de Minas (Aeapam), e a Associação dos Profissionais Geógrafos do Estado de Minas Gerais (Aprogeo-MG) foram escolhidas para apresentar os resultados dos projetos realizados em 2016 e 2017 por meio do chamamento público.
 
Na parte da tarde, os representantes do CEE participaram da apresentação sobre o Chamamento Público, que tem por objetivo selecionar projetos que valorizem as atividades do Sistema Confea/Crea. A estimativa do Conselho é destinar um montante de dois milhões de reais. O valor máximo repassado para a execução de cada projeto será de 70 mil reais, com limite de dois projetos por entidade.
 
Para concorrer, as entidades devem estar com registro ativo no Crea-Minas e sem pendências documentais ou relativas à prestação de contas. "Para ter um repasse de verbas, é preciso apresentar um projeto. E esse projeto é fundamentado no edital, que estabelece as diretrizes”, explicou o assessor da Superintendência de Relações Institucionais Lucas Morais.
 
CEI discute matriz de prioridades
 
Na reunião específica do CEI, a gerente de Apoio aos Colégios, Maria Cristina Silva, apresentou a missão e função dos inspetores do Crea-Minas. Ela apontou a importância da integração das inspetorias com a gerência e a presidência. “Nosso papel é estar em contato com os colégios para resolver as demandas de forma eficaz e organizada”, afirmou Maria Cristina.
 
O assessor da presidência, engenheiro civil Jean Ribeiro, falou sobre a estratégia funcional das inspetorias e explicou as funções delas dentro do Crea-Minas. Ele explicou o novo conceito de gestão cujo cerne se encontra na autonomia das inspetorias. 
 
No período da tarde, o assessor da Presidência, engenheiro mecânico César Augusto Pinto, conduziu uma exposição de como o Crea-Minas está funcionando sob o aspecto do planejamento de ações. Em seguida, os inspetores foram separados por regionais para discutir formas e sugestões de como desenvolver as propostas e diretrizes estabelecidas no plano de trabalho e de como implantá-las nas respectivas inspetorias, visando o aperfeiçoamento dos serviços oferecidos pelo Crea-Minas. “Assim, conseguimos trocar ideias e desenvolver melhor um trabalho na nossa cidade”, pontuou a engenheira civil e de segurança do trabalho Patrícia Caixeta, inspetora-chefe de Pirapora.
 
Na sequência, foi realizado um momento de debate conjunto, mediado pelo superintendente de Atendimento e Fiscalização do Crea-Minas, engenheiro agrônomo Humberto Falcão, no qual os participantes apresentaram sugestões e questionamentos que foram discutidos coletivamente.

Ao final da programação, houve eleição dos coordenadores estaduais e regionais dos dois colégios (Eleição dos Coordenadores).