Pesquisar no site...

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG) disponibilizou, por meio de uma plataforma digital, propostas técnicas para que possam ser aproveitadas pelos candidatos a prefeitos, vice-prefeitos e vereadores nestas eleições municipais. O objetivo é fornecer subsídios para seus programas e incentivá-los a se engajarem em uma agenda positiva para as cidades, com interface com a engenharia, a agronomia e as geociências. Confira aqui.

"Esse documento é fruto de muitos anos de trabalho do Conselho. São propostas construídas com profissionais de todo estado em encontros regionais, congressos e grupos de trabalho. Através dele, o Crea-MG oferece aos candidatos uma agenda robusta para alavancar o desenvolvimento de Minas", destaca o presidente do Crea-MG, engenheiro civil Lucio Borges.

O documento contempla um conjunto de ações voltadas para os municípios, com ideias objetivas sobre o que as profissões podem fazer para tornar melhor o dia a dia nas cidades. Elas estão agrupadas em torno de cinco eixos temáticos: meio ambiente e desenvolvimento sustentável, urbanicidade, impacto das chuvas, alimentos, e rodovias e mobilidade, além de valorização das profissões.

As propostas permitem, também, que a sociedade entenda que essas profissões podem – e devem – participar e contribuir para cidades com melhor qualidade de vida, mais justas e sustentáveis.  “A engenharia, a agronomia e as geociências não podem ficar de fora desse momento de exercício de cidadania e participação. Defendemos, ainda, que os profissionais, ocupando cargos eletivos ou não, atuem de forma efetiva na formulação, implementação e fiscalização das políticas públicas locais, defendendo o interesse de toda a sociedade”, ressalta Lucio.

Encontros

Os candidatos podem se comprometer, formalmente, com a agenda proposta pelo documento, assinando a carta disponibilizada no site. Além disso, o Crea-MG vai promover uma série de encontros com os candidatos tanto em Belo Horizonte, quanto nas Inspetorias no interior do estado, ao longo das próximas duas semanas, para apresentar as propostas.