Civil



Crea-MG reforça valorização das profissões

Ações vão desde a fiscalização, com exigência de contratação de responsável técnico habilitado para o exercício das atividades, até a participação nas discussões sobre políticas públicas.

Com 160 urnas instaladas em 114 cidades e a colaboração de 640 mesários, o Crea-MG realizou, no dia 1º de outubro de 2020, as eleições do Sistema Confea/Crea e Mútua. O engenheiro civil Lucio Borges foi reeleito presidente do Conselho com 80,68% dos votos. O resultado já foi homologado pelo Confea.

Os profissionais também elegeram o presidente do Confea (Joel Krüger), diretores regionais administrativo (Júnia Neves) e geral da Mútua-MG (Abelardo Ribeiro), e inspetores das 60 comissões executivas locais. Os mandatos são de três anos, gestão 2021/2023, e os cargos honoríficos. Em função da pandemia do novo coronavírus, o pleito teve as datas de 3 de junho e 15 de julho postergadas.

Passadas as eleições que o reelegeram no dia 1º de outubro, Lucio Borges reassumiu a presidência do Crea-MG no dia 2 de outubro. “Apesar de ficar longe de minhas funções na gestão do Conselho por sete meses, quase 20% do mandato para o qual fui eleito, reencontrei tudo funcionando muito bem. Isso graças à liderança e à capacidade de gestão do vice-presidente, Edílio Veloso, e, também, ao excelente quadro técnico formado pelos funcionários do Crea-MG”, faz questão de elogiar Lucio.

O final de ano acena com perspectivas positivas e uma série de ações que ampliam a eficiência na prestação de serviços do Crea-MG e a valorização das profissões. O novo sistema corporativo, o Sitac/Versão MG, que vai permitir mais agilidade, eficiência e segurança, estará disponível em 4 de janeiro de 2021. Com a flexibilização das atividades nas cidades, após o período mais agudo da pandemia, as blitze foram retomadas na segunda quinzena de outubro.

Carta do Crea- MG

Com o propósito de colocar os profissionais no centro das discussões técnicas das políticas públicas e da vida nos municípios, em 15 de outubro foi lançada a Carta do Crea-MG aos Candidatos nas Eleições Municipais 2020, um conjunto de propostas da engenharia, da agronomia e das geociências para tornar as cidades boas de se viver. O documento foi elaborado a partir de contribuições dos profissionais de todo estado em encontros regionais, congressos e grupos de trabalho.

A Carta fornece subsídios para os candidatos utilizarem em seus programas, além de incentivá-los a se engajarem em uma agenda positiva para as cidades. As propostas permitem, também, que a sociedade entenda que as profissões podem – e devem – participar e contribuir para cidades com melhor qualidade de vida, mais justas e sustentáveis.

.

 
Para divulgar as propostas, estão sendo realizados diversos encontros com os candidatos em Belo Horizonte e no interior do estado. Faça sua parte. Apresente a Carta do Crea-MG aos candidatos de sua cidade e peça que se comprometam formalmente com as propostas. O envio do documento pode ser feito por WhatsApp, por email ou até pessoalmente. Para aderir, basta que os candidatos preencham o formulário disponível em bit.ly/FormulárioCreaMG.

Acompanhe o pro­grama no site do Crea-MG e nas mídias sociais do Conselho. bit.ly/CartaCrea-MG

 

Civil

A engenharia, a agronomia e as geociências não podem ficar de fora desse momento de exercício de cidadania e participação. Defendemos, ainda, que os profissionais, ocupando cargos eletivos ou não, atuem de forma efetiva na formulação, implementação e fiscalização das políticas públicas locais, defendendo o interesse de toda a sociedade
Presidente do Crea-MG
Engenheiro civil Lucio Borges

Candidatos firmam compromisso com as propostas da engenharia, da agronomia e das geociências

Mais de 40 candidatos se comprometeram com a Carta do Crea-MG aos Candidatos nas Eleições 2020 na primeira semana após a divulgação do documento.

As propostas da engenharia, da agronomia e das geociências para torna as cidades boas de se viver são fruto de anos de trabalho do Conselho. Elas foram construídas com profissionais de todo estado em encontros regionais, congressos e grupos de trabalho.

O documento tem o objetivo de fornecer subsídios para os programas e incentivar os candidatos a futuros prefeitos, vice-prefeitos e vereadores a se engajarem em uma agenda positiva para as cidades. Ele está disponível em bit.ly/CartaCrea-MG. Nesse endereço, há um formulário para que os candidatos firmem o compromisso com as propostas do Conselho.

Para divulgar as propostas, a versão eletrônica da Carta foi encaminhada a outros Regionais e para o Confea; para as entidades de classe e instituições de ensino; para deputados e senadores mineiros; e para os diretórios estaduais e municipais dos partidos políticos atuantes no estado. Também estão sendo realizados diversos encontros com os candidatos em Belo Horizonte e no interior do estado.

Acompanhe o programa no site do Crea-MG e nas mídias sociais do Conselho.

Inovadoras e assertivas, blitze foram retomadas em outubro

Civil

Para que a atividade de fiscalização seja cada vez mais efetiva, o Crea-MG tem adotado metodologias inovadoras e mais inteligentes. As blitze são um exemplo disso. Elas são caracterizadas por serem concentradas, em local e duração, e mais ágeis, por mobilizarem um grupo maior de fiscais. O planejamento dessas ações é determinado por demandas locais, potencializando a ação do Conselho.

As blitze foram retomadas na segunda quinzena de outubro de 2020, observando os protocolos de segurança contra a covid-19. O planejamento contempla as sete regiões do Conselho mo estado e já estão agendadas nove ações até dezembro.

“Além dos resultados diretos das blitze, elas têm sido um poderoso instrumento de divulgação da necessidade de contratar profissionais legalmente habilitados, de as empresas estarem regulares e de se realizar a devida Anotação de Responsabilidade Técnica”, observa o presidente do Crea-MG, Lucio Borges.

Novo patamar na prestação de serviços

ponte digital

O Conselho reconhece que o momento atual é marcado por mudanças rápidas e avanços são sempre necessários. No planejamento estratégico de 2018 a 2020, uma das diretrizes é desburocratizar e ampliar a oferta de serviços online, garantindo mais agilidade e eficiência.

“Observamos a necessidade de realizarmos uma mudança profunda. E, de um movimento para tornar o Crea-MG mais ágil, eficiente e conectado com o futuro, nasceu o projeto Ponte Digital, que tem o objetivo de transformar a cultura do Conselho e de desburocratizar, de simplificar e de padronizar os nossos serviços”, explica Lucio Borges.

Para concretizar esse novo ciclo de mudança, o Conselho vem realizando a revisão de seus processos e se prepara para realizar uma das principais entregas do projeto, que é a migração para o Sistema de Informações Técnicas Administrativas – Sitac/Versão MG. O novo sistema vai estar disponível em 4 de janeiro de 2021.

Até lá, o Crea-MG vai ministrar uma série de treinamentos para os profissionais e para toda a estrutura administrativa e política do Conselho, bem como finalizar a etapa da engenharia reversa e realizar os testes e homologações necessários para que a mudança seja realizada de forma segura e assertiva.

Serviços 100% digitais Tramitação eletrônica de documentos Nova ART, integrada à Tabela de Obras e Serviços (TOS) Livro de Ordem incorporado à ART Serviço de denúncia integrado ao sistema de fiscalização Mais velocidade na obtenção de informações Maior consistência cadastral Maior efetividade nas cobranças Melhor alocação de equipes

acesse ponte digital

campanha

Contrate um engenheiro

www.contrateumengenheiro.com.br

Alex Fabiano, supervisor de Fiscalização do Crea-MG, conta um pouco de sua experiência na área para a websérie Construindo Histórias (bit.ly/seriefiscalizacao). Os vídeos integram a campanha do Sistema Confea/Crea e Mútua de valorização profissional “Contrate um Engenheiro”. A edição “Fiscalizando obras e ajudando a construir histórias” revela a importância da fiscalização dos Creas em diversos serviços e obras de engenharia, agronomia e geociências, contribuindo para a construção de histórias de vida da sociedade.